Action Comics #1000 - Capa

Lemos a Action Comics #1000 de Superman

Escrito por | Quadrinhos

Foi lançada hoje a edição comemorativa Action Comics #1000 e trazemos nossas impressões.

A edição Action Comics #1000 é comemorativa por diversos motivos. Um quadrinho chegar na edição número 1000 e ainda com Superman como o principal personagem. Sem contar a cueca né, afinal ela é importante para a DC Comics. A cueca.

O time escalado é estelar, diversos nomes do presente e do passado se uniram para esta homenagem ao homem de aço. E não achei que seria bacana falar apenas da cueca ou de estátuas, tem mais coisas bem interessantes ali de gente muito boa.

São diversas histórias em Action Comics #1000, todas com bons nomes envolvidos. Vamos analisá-las individualmente para termos uma conclusão mais tranquila. Sem falar que provavelmente haverão spoilers, você está avisado.

Action Comics #1000 - Lois Lane homenageia Superman

From The City That Has Everything

Escrita e desenhada por Dan Jurgens, um dos responsáveis atuais pela a bagunça que se encontra o herói.

Superman tem que se livrar de alguns renegados espaciais a tempo de encontrar Jon e Lois em um evento que homenageia-o. Superman Day, com Lois usando a camiseta do seu super herói favorito. Várias pessoas falam o quanto Superman foi importante em suas vidas, seja salvando, seja dando lição de moral. Outros super heróis obviamente se juntam a comemoração, com certeza Damian foi obrigado. Batman deve ter chantageado o garoto.

Começou fraco, mas pode ser apenas a introdução de um bom livro.

Action Comics #1000 - Superman contra Superman

Never Ending Battle

Escrita por Peter J. Tomasi e desenhada por Patrick Gleason (mas com a ajuda de outros desenhista, como Frank Miller).

Superman é bombardeado por raios por Vandal Savage que transformou o hipertempo em uma arma. Isso faz com que Superman vislumbre diversas versões dele mesmo, uma de 1930 lutando contra gangsters e sem muitos poderes. Parando locomotivas com o próprio corpo, ajudando soldados aliados em uma guerra. Mostrando para pequenos alienígenas outras fontes de energia (que não seja ele). Vandal Savage então começa a colocar esses diversos Superman uns contra os outros

Cada página mostra um artista em um momento da vida de Superman na Action Comics #1000. Agora sim me pareceu que as comemorações realmente começaram.

An Enemy Within

História de Marv Wolfman e arte de Curt Swan.

Infelizmente a arte e o texto dessa história me desanimaram, tudo foge do consenso de algo interessante para a comemoração de Action Comics #1000. Parece uma história colada já que consta como história original de Cindy Goff, Curt Swan e Butch Guice com cinco páginas de cortesia (Seja lá o que isso signifique) de Superman: Secret Years #2 de Bob Rozakis, Curt Swan e Kurt Schaffenberger.

Uma escola estudantes são mantidos reféns pelo diretor que é contido na primeira chance. Capitã Maggie Sawyer comanda a operação e não percebe que o diretor está sendo controlado. Brainiac estava testando em Metrópolis técnicas de controle mental que foi sobrepujado pelo super poder dos humanos de serem bonzinhos.

Action Comics #1000 - Superman vs. Lex Luthor no xadrez

The Game

Creditada para Paul Levitz e Neal Adams.

Lex Luthor enfrenta mais uma vez Superman, mas o herói tem uma ideia diferente. No lugar de lutarem Superman sugere um jogo de xadrez. Superman vence mas é enrolado em correntes de kriptonita, mas é salvo por uma caixa materna.

Action Comics #1000 - O carro que Superman destruiu

The Car

História de Geoff Johns e Richard Donner, arte do excelente Olivier Coipel.

Finalmente uma história que me animou na Action Comics #1000. Nessa história é mostrado o que se passa com o dono de um carro que tentou passar por cima um cara de cueca vermelha. Ele foge mas Superman o encontra e lhe dá uma lição de moral em um texto muito mais fluído e honesto. O sermão parece ter surtido efeito.

Uma história bem mais curta que as outras mas com uma narrativa impressionante.

The Fifth Season

Escrita por Scott Snyder e desenhada por Rafael Albuquerque, é isso mesmo, é o Brasil na Action Comics #1000 fazendo história minha gente.

Lex Luthor chama Superman para o planetarium de Smallville (ou seria Pequenópolis?) e conta a história de quando criança teria enviado um sinal de SOS para o espaço. O porém é que o jovem Clark trabalhou para ajuda-lo no envio deste sinal durante o “quinto período” (desculpe, não sei como traduzir isso).

Action Comics #1000 - Superman do amanhã

Of Tomorrow

Escrito por Tom King e desenhado por Clay Mann.

A história conta como será o fim do planeta Terra e como Superman quer deixar o fluxo natural do sistema solar acabar. A Terra está abandonada por 4 bilhões de anos e ele continua usando a cueca por cima da calça. É apenas um adeus à tudo que o Superman já passou e agora o mundo que o acolheu acabou.

Five Minutes

Escrito por Louise Simonson e desenhado por Jerry Ordway.

Faltam cinco minutos para Clark Kent entregar uma matéria para que o jornal pudesse ser impresso. E obviamente nesse momento um trem perde o controle e é preciso que Superman salve os passageiros. Mas sempre há tempo para Sooperman deter um assalto ou deter detritos espaciais de caírem sobre Metropolis.

No final Clark precisa largar tudo para fazer a cobertura do que Superman fez nos últimos minutos.

Action Comics #1000 - Superman na Actionland

Actionland

Escrito por Paul Dini e ilustrado por José Luis García-López.

Bem vindo à mais colossal experiência totalmente imersiva de Superman, a Actionland! O passeio mostra diversos momentos da vida do Superman, de bebê levantando tratores à Metropoles destruindo robôs gigantes. Em sua luta final contra Mr. Mxyzptlk o herói para impedir o colapso do multiverso sacrificou… o… ah não, era só mais uma piada de Mr. Mxyzptlk que não soube far um final decente para sua história. Aparentemente ele não quer que a história acabe.

Faster Than A Speeding Bullet

Escrito por Brad Meltzer e desenhado por John Cassaday.

Uma refém está sob um bandido de temperamento explosivo e com uma arma apontada para sua cabeça. O tiro é dado, Superman sabe sua velocidade máxima, mas ele seria capaz de chegar a tempo e evitar o pior? Mas é claro, e de quebra no lugar de inspirar os humanos Clark se inspira neles.

Action Comics #1000 - Superman e a cueca vermelha da esperança

The Truth

Escrito por Brian Michael Bendis e desenhado por Jim Lee. Quem diria que veríamos um time marvete desses na Action Comics #1000?

Superman cai nocauteado por uma nova ameaça e a dona de um café a esconde atrás do balcão (literalmente). Enquanto a ameaça anseia pelo kriptoniano suas salvadora percebem que ele está usando a cueca vermelha por cima da calça. De novo. E eis que um novo mem nasce.

Supergirl aparece para combater a grotesca criatura que não parece se abalar demais com a força da moça. Segundo o novo inimigo ele sugere que aquilo não é uma luta, mas uma limpeza. Rogol Zaar tem caçado kriptonianos em diversas galáxias e não esperava tamanha resistência. Segundo ele o sol amarelo incindindo por tanto tempo deve ser o diferencial para a quantidade de poder que os kriptonianos conseguiram.

E uma assustadora revelação surge, que continuará nas páginas de The Man of Steel: Rogol prometeu à Jor El que exterminaria os kriptonianos quando ele destruiu Krypton. A minissérie será semanal e terá seis edições, os textos de Bendis serão desenhados por Kevin Maguire, Ivan Reis, Evan Shaner, Jason Fabok entre outros não divulgados. Man of Steel #1 será lançado dia 30 de Maio de 2018 nos EUA.

Nossa opinião sobre Action Comics #1000

Poderia e deveria ser melhor, muito melhor. Tive a impressão que foi tudo feito às pressas para agradar o maior número de fãs possível e o resultado não foi dos melhores. Reconheço as homenagens dos artistas antigos, mas não achei interessante o suficiente para me empolgar.

Não sou o maior fã do Superman que já existiu mas tenho alguns itens na minha coleção. Iria adicionar uma cópia física (e preferencialmente de luxo) a Action Comics #1000 a ela mas acho que vou deixar passar, tem outros quadrinhos que estou mais entusiasmado. Nesse tipo de review utilizamos aqui no Farofeiros alguns serviços online para lermos em primeira mão.

A maioria das histórias achei massante e a arte segue um padrão da DC Comics que realmente não me atrai. Queria que o padrão elevado de sagas atuais como Doomsday Clock e Dark Nights: Metal fossem seguidos, aliás eu esperava que isso ocorresse independente de qualquer polêmica. Infelizmente a comemoração não foi tudo aquilo que eu gostaria que fosse.

Action Comics #1000 - Superman de Steranko

Ao ver as capas alternativas fiquei triste em ver uma arte de Steranko tão pobre. Infelizmente ficou algo feio e só o que resta nesta arte é o respeito que todos devem prestar ao artista que não consegue mais atingir a qualidade de anos atrás. Notei efeitos de blur e um cenário extremamente pobre, detalhes que utilizados por artistas mais novos seriam facilmente notados. E fico extremamente de falar algo desse tipo. De verdade.

Mas fico feliz em saber que a DC Comics finalmente assumiu que a cueca vermelha por cima da calça é um simbolo. E dizem que significa esperança.

Última alteração: 14 de junho de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.