Categorias
Filmes

Racismo na escolha do ator de Mancha Solar dos Novos Mutantes

Houve racismo na escolha do ator de Mancha Solar dos Novos Mutantes

Sempre tive um carinho especial por Roberto da Costa, o brasileiro dos Novos Mutantes, a equipe mais jovem da franquia X-Men. Pela segunda vez ele será retratado em carne e osso, mas isto acordou algumas opiniões que apontam para racismo na escolha do ator de Mancha Solar.

Nota do Editor: este artigo foi publicado originalmente dia 2 de Junho de 2017 e atualizado dia 28 de Agosto de 2020. As datas dos comentários ao final do artigo não foram alteradas.

Foi confirmado o ator Henry Zaga, branco e brasileiro, como interprete do Mancha Solar no filme dos Novos Mutantes pela FOX ainda em 2017. Com estreia prevista inicialmente para 13 de Abril de 2018 o filme só teve sua exibição liberada em meio a pandemia de COVID-19 em 28 de Agosto de 2020. Mas este não foi o único motivo do atraso.

A venda da FOX para a Disney tratou de atrasar tudo, somado ao lançamento em mercados selecionados… Tudo isso deveria ter dado tempo para que a pós produção tivesse mais cuidado. Mas não é isso que se nota das primeiras impressões do filme que ainda não tem data de estreia oficial no Brasil.

Racismo na escolha do ator de Mancha Solar dos Novos Mutantes
Da esquerda para a direita, o Mancha Solar original dos quadrinhos, versão animada em X-Men Evolution, nos quadrinhos U.S. Avengers, no filme X-Men: Apocalipse e agora em Novos Mutantes. Imagem de Latinx.

Mas não são muito os motivos para se ficar feliz com o filme. Quando algo não é ignorado, é alterado totalmente como em todos os filmes da Marvel Comics que foram adaptados pela FOX. Infelizmente para os fãs brasileiros que acharam que seriam representados de alguma forma pelo personagem.

Mancha Solar foi criado em 1982 por Chris Claremont e Bob McLeod, um brasileiro, negro, que jogava futebol e ao sofrer ataques racistas por ser mestiço (pai negro e mãe branca) durante uma partida acabou acordando seus poderes mutantes latentes.

O carioca foi recrutado pelos X-Men, porém ele nunca seguiu o estereótipo brasileiro fidedignamente por um simples motivo: a família dele é muito rica. Por isso dificilmente sua origem praticamente nunca é mencionada. Nos quadrinhos até sua nacionalidade é obscurecida.

Racismo na escolha do ator de Mancha Solar dos Novos Mutantes - Roberto da Costa original - Blog Farofeiros

Neste artigo do Latin x Geeks coloca muito claramente que para um negro latino-americano ser aceito em seu circulo de amizades norte americano era preciso praticamente esquecer suas origens. Na época da criação do personagem era preciso mostrar educação superior a média para se colocar como um igual branco.

No caso do racismo na escolha do ator de Mancha Solar é algo que os americanos costumam chamar de whitewashing – ou lavagem branca. E não é algo novo. O whitewashing ocorre quando um personagem de etnia diferente da branca é alterado para ficar mais parecido com o público mais rico.

Novos Mutantes - Blog Farofeiros

Dados da ONU no Brasil apontam que dos 10% mais pobres do país cerca de 76% são negros e, sem sombra de dúvidas, na década de 80 a coisa era bem pior. Outro dado importante do último CENSU é que cerca de 48% do país tem descendência negra. Por isso apresentar um negro, rico e brasileiro é aceitável, ainda mais se ele ficar menos negro, mais rico e se tornar americano. Segue um trecho do texto de Latin x Geeks:

“Adicionar ao elenco Henry Zaga a FOX e Josh Boone (diretor de Novos Mutantes) estão enviando uma mensagem que um negro, afro-brasileiro, não é bom o suficiente para ser um super herói. A mensagem é que para ser um herói é preciso alterar a história do Mancha Solar e fazê-lo branco.”

Latin x Geeks

Nos quadrinhos Roberto da Costa é extremamente abastado e se tornou cidadão americano. Recentemente seu cabelo encaracolado ficou mais liso, ganhou uma mecha e se tornou líder do U.S. Avengers, os Vingadores mais americanos que os que já conhecemos. E infelizmente não posso falar que este gibi é da década de 80.

Racismo na escolha do ator de Mancha Solar dos Novos Mutantes
Os Vingadores “Americanos” com um “brasileiro” como líder.

Recentemente Roberto foi assassinado em eventos pré-Império Secreto, a mando do Capitão América por ser uma ameaça ao seu plano de dominação dos EUA pela Hidra. Em Marvel Comics #1000 vemos a evolução deste aspecto do personagem enquanto que nos eventos de House of X e Powers of X podemos dizer que Roberto quase voltou à sua origem junto dos Novos Mutantes originais.

Não tenho nada contra Henry Zaga ou melhor, Henrique Gonzaga. Achei interessante terem procurado um ator brasileiro para o papel inclusive. Mas também estranhei ver um brasileiro “padrão exportação” no papel. O ator é bem bonito mas não posso acreditar que ele foi a melhor caracterização de Roberto da Costa nos cinemas. Como o ator é branco não dá para não pensar em racismo na escolha do ator de Mancha Solar.

Novos Mutantes - Professor Xavier - Blog Farofeiros

Latin X Geeks encerra seu artigo com uma importante frase, que a Marvel Comics e a FOX deveriam tomar conhecimento:

“Agora Mancha Solar será só mais um bilionário que se torna um herói.”

Latin X Geeks

Será que é isso mesmo que a Marvel Comics e a FOX querem nos mostrar? A Disney não deveria ter tomado alguma atitude? A polêmica segue com declarações racistas do diretor Josh Boone como pode ser visto no tweet do jornalista Rodrigo Salem.

Em seu perfil pessoal Bob McLeod atacou a versão de Mancha Solar, sem falar que depois de três anos de atraso não ouve qualquer cuidado e até o seu nome foi escrito errado para as salas de exibição. Segue a tradução livre do texto do co-criador de Novos Mutantes.

Fiquei muito animado quando soube que eles estavam fazendo um filme dos Novos Mutantes. Achei que transformá-lo em um filme de terror talvez fosse uma ideia interessante, mas não como os personagens deveriam ser apresentados ao público em geral. Mas, ei, meus personagens em um filme! Eu nunca teria pensado que isso realmente aconteceria. Mas então, fiquei desapontado quando eles não deram tranças a Dani, embora eu goste de Blu Hunt. Fiquei desapontado quando Rahne não era uma ruiva com cabelo espetado, embora eu adore Maisie Williams. Fiquei desapontado por Sam não ser alto e desajeitado, embora eu goste de Charlie Heaton. Mas, principalmente, fiquei muito desapontado por Roberto não ser baixo e ter a pele escura. Mais um exemplo de whiewashing de Hollywood. Simplesmente não há desculpa. Então, basicamente, #JoshBoone apagou tudo o que contribuí para a aparência dos personagens. E agora, o filme finalmente foi lançado e, aparentemente, eles creditaram alguém chamado Bob Macleod como co-criador. Eles nem se deram ao trabalho de verificar a grafia do meu nome em algum momento dos últimos três anos. E isso não pode ser corrigido. Isso ficará no filme para sempre. Acho que cansei deste filme.

Bob McLeod

Infelizmente não foi a primeira e nem será a primeira vez que vemos algo desse tipo nos cinemas. A degringolada que o mundo deu para o lado do fanatismo ariano é perigosa e nos remete à outros períodos da história. É triste ver uma equipe de personagens que lutam contra o racismo sofrer com ele.

Por Rodrigo Castro

Debochado e inconveniente.

Pai. Marido. Videogameiro. Gibizeiro. Colecionador. Desenha, pinta o sete, escreve e bebe as vezes.

12 respostas em “Racismo na escolha do ator de Mancha Solar dos Novos Mutantes”

Cara, eu acho que é uma questão de representatividade. Se vai fazer baseado nas histórias, e que isso passa pela questão da cor da pele e racismo para o despertar dos poderes dele, porque colocam um cara de pele clara? É outro personagem. Há certos meios que tentam homogeneizar o máximo possível, e a indústria “mainstream” de cinema é uma delas. Duvido que não haja um brasileiro, de pele escura, que não tenha capacidade para fazer esse papel.
No entanto, há um outro ponto: a questão de que, até pela miscigenação, raramente temos brasileiros brancos caucasianos. E esse ator tem um tipo bem latino. Há a possibilidade de que, para os brancos americanos, ele não seja branco (e não é). No entanto também não é o ideal para representar um personagem cujos poderes despertam após sofrer bullying por ser um negro filho de pai negro em mãe branca.

Não acredito em racismo até porque já fizeram o contrário, colocaram atores negros em personagens brancos (Tocha Humana, Nick Fury, Electro). Estragam os personagens fazendo isso.

A questão que ninguém entende aparentemente é que heróis brancos são a esmagadora maioria, mudar um pouco isso não vai fazer diferença. Agora os poucos negros virarem brancos complica.

Seu comentario já é bem racista. Primeiro que quase não existe personagens pretos. Segundo que a maioria dos brasileiros não pode se sentir representado por um branco já que a maior parte é de preto. Terceiro que trocar os outros personagens não alterou em nada na história, ja no do Mancha solar sim, que tipo de preconceito um branco padrão poderia sofrer pra forçar seus poderes??

Você vê a falta de noção da Marvel desde o inicio da historia do personagem quando ele falava espanhol e não Português… pra mim é falta de respeito, falta de responsabilidade e pensamento racista também.
O editorial da Marvel tem muito a melhorar quanto a isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.