O Lanterna Verde de Grant Morrison - DC Comics - Blog Farofeiros

O Lanterna Verde de Grant Morrison

Escrito por | Quadrinhos

Quando anunciado o Lanterna Verde de Grant Morrison e Liam Sharp logo foi dito que a história seria um conto policial espacial. Acabei de ler The Green Lantern #1 e me parece algo bem maior que isso.

O gibi foi lançado dia 7 de Novembro de 2018 nos EUA e o review a seguir pode conter spoilers quando à eventos ainda inéditos nos quadrinhos da Panini no Brasil.

Três piratas são interceptados transportando um aparelho aparentemente letal que acabou matando o Lanterna 2018.2. Obviamente o trio tenta escapar e acaba caindo na Terra, bem próximo de Hal Jordan que salva o dia obviamente.

Com sua presença solicitada o Lanterna Verde de Grant Morrison é chamado para prestar esclarecimentos e receber assustadoras informações sobre o caso.

Mais Lanternas do que você imagina

O Lanterna Verde de Grant Morrison - DC Comics - Blog Farofeiros

O Guardião conta (ou reconta) um pouco da história da Tropa e fica claro que o Lanterna Verde de Grant Morrison está em um universo muito maior do que imagina.

Mostrando que a justiça dos Lanternas alcança os confins do universo, o Guardião fala de super vácuos e profundos obsidianos. Fala da Source Wall e de outros Lanternas que trabalham em conjunto. 

Estes seriam os Lanternas Raio X, Lanternas Radio, Lanternas Gama e até Lanternas Microondas. Sem zoeira.

Não por acaso seriam forças que atuariam na escuridão, no Multiverso Sombrio talvez. O que trás uma nova questão, estes Lanternas teriam acesso à antimatéria?

A antimatéria

O Lanterna Verde de Grant Morrison - DC Comics - Blog Farofeiros

Por enquanto parece que a grande vilã da série é a antimatéria. Foi tecnologia oriunda deste tipo que matou facilmente o primeiro Lanterna Verde de Grant Morrison nesta edição.

Curiosamente chamado de Setor -1 (referência ao Multiverso Sombrio?) e lá é de onde vem a Tropa Sinestro. Os Lanternas Amarelos estariam de volta?

Se a situação já não fosse caótica ainda surge os mandantes do transporte interceptado inicialmente. Seriam os Controladores, raça parente dos Guardiões do Universo mas que acredita que a paz só pode ser obtida pela força. Entendeu? Vilão.

No novo plano para trazer “paz” o Controlador Mu não contará apenas com seus Darkstars. Uma tropa pessoal chamada Blackstars surgirá além do surpreendente Lanterna Antimatéria, vestido de amarelo, ao final da história.

O Lanterna Verde de Grant Morrison e Watchmen?

O Lanterna Verde de Grant Morrison - DC Comics - Blog Farofeiros

Segundo o Guardião que acompanha Hal Jordan em Nova Oa, depois de profunda análise em seus dados afirma que algo estaria errado. Revisões e emendas foram removidos do Livro de Oa sem o conhecimento dos Guardiões, por isso ele não é mais confiável.

O que assusta nessa afirmação não é nem o texto em si, mas o símbolo que surge no meio do Livro de Oa. O símbolo da molécula de hidrogênio é comumente associado ao Doutor Manhattan de Watchmen e, agora, de Relógio do Apocalipse.

Aparentemente o herói (?) tem feito muita coisa errada no Universo DC.

Do jeito que Grant Morrison gosta

Quem são os Cavaleiros das Trevas - Batman - Metal - Vilões do Multiverso Sombrio

Bagunça, zoeira e confusão. Tudo o que é mais marcante do roteiro do Lanterna Verde de Grant Morrison é uma marca registrada do autor.

Cavar em antigas mitologias atrás de referências e até teorias absurdas é o que move os fãs de Morrison. The Green Lantern #1 não decepciona e ainda deverá abalar tudo muito mais no Universo DC.

Os “novos” Lanternas e até o Arqueiro Verde ainda deverão aparecer nesta aventura espacial e policial e psicodélica. As ligações com Metal – Noites de Trevas, Sem Justiça e Relógio do Apocalipse são inegáveis… Mas você ousa ter uma teoria?

Chewbacca Jr. colaborou com este artigo.

Veja mais...

Última alteração: 8 de novembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.