Categorias
Opinião

Eu tô jantando em dois lugares

Não sei você mas “eu tô jantando em dois lugares” não sai da minha cabeça.

Farofeires, farofeiros e farofeiras, em uma mesa de bar um pensamento bem anormal. Eu tô jantando em dois lugares e não estou ficando gordo. Só que não é bem isso.

Tudo começou quando um determinado farofeiro, que prefere manter sua identidade anônima, falou de um fato ocorrido durante a sua atribulada semana. Em seu carro aguardava para que o transito de Gotham City andasse de maneira que o permitisse chegar até sua residência.

Porém um afortunado veículo à sua frente estava ouvindo músicas de gosto duvidoso de maneira que perturbava à todos queriam ouvir a caótica sinfonia.

O problema é que a música, de autor indecifrável para o Farofeiro até aquele momento, tinha um refrão estranho. Não era possível que aquilo fosse real. A frase, agora icônica em nosso meio, era “eu tô jantando em dois lugares”.

A letra, se fosse essa mesma, poderia ter vários significados. O restante da música neste ponto já não importa mais.

Eu tô jantando em dois lugares - Luan Santana - Pensamento - Blog Farofeiros

O que levaria uma pessoa a jantar em dois lugares? Será que ele primeiro janta na casa da mãe e depois na casa da vó? Ou será que ele janta primeiro na casa da esposa e depois na casa da amante? Ele tem noção de que ficará gordo em breve por conta disso?

Fato é que tivemos que consultar amigos e familiares atrás de uma resposta para essas questões tão importantes para nossas vidas. Acontece que este refrão está errado, a música de Luan Santana fala “No sofazinho de dois lugares” e não “eu tô jantando em dois lugares”.

Na verdade não gostei das respostas que obtive e resolvi que o Luan Santana está errado em fazer uma música sobre um sofá de dois lugares. “Eu tô jantando em dois lugares” tem uma abertura poética muito maior e melhor do que um sofá pequeno.

Então aguarde, em breve nas rádios mais populares do Brasil pelo mais novo hit do momento. Escrito e cantado por mim, obviamente.

Pensamento do Dia

“Onde as palavras falham a música fala.”

Hans Christian Andersen

E agora que fiz um pensamento com Luan Santana como inspiração vocês podem ter uma boa semana. Talvez.

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.