A origem do Upa Lelê - Wolverine - Blog Farofeiros

A origem do Upa Lelê

Escrito por | Pensamento


Como nunca visto em um blog neste mundo entregamos a real e oficial origem do Upa Lelê.

O Blog Farofeiros já produziu diversos documentários científicos escritos de enorme importância. E, acredito, que a origem do Upa Lelê da forma como é mostrada aqui será de importância indescritível para os anais da humanidade.

Está não é outra semana nos quadrinhos, mas depois que destrinchamos a conspiração do Ligma e desvendamos os mistérios do beijo de Poseidon não poderíamos deixar nossos fãs *cof cof* sem informações de tamanha relevância.

Tudo começou do assentamento River Stone no estado do Texas nos EUA. O ano de 1754 foi anulado da história deste assentamento devido ao ocorrido no lote Up A, apelidado carinhosamente de Upa.

A origem do Upa Lelê - Ciclope - Blog Farofeiros
Tanto Ciclope quanto Wolverine teriam nascido, originalmente, em Up A, em River Stone.

Nele Joseph C. Liber implementou um sistema de saneamento básico inovador demais para a época. Distribuindo de forma uniforme as fezes de todos os cidadãos da Up A acabou criando uma igualdade fecal pouco desejada pela burguesia local. Foi então que os ricos resolveram entupir toda a canalização dos pobres inflacionando seus loteamentos e literalmente colocando Upa na merda.

Um dos jovens afetados, o britânico Leonard Lewis, ficou revoltado com a situação e não só mudou de país como de continente. Leonard chegou ao norte do Brasil em 1757 acreditando estar na Bolívia. Como seu espanhol era pouco compreendido o britânico acabou indo parar em São Carlão da Barra, interior de São Paulo em 1768.

Mesmo com anos após a tragédia de Upa o ambicioso e visionário Lewis sempre quis implementar a estrutura criada por Joseph C. Liber em outro local.

Infelizmente o governo militar brasileiro destruiu tudo o que se tinha de documentação e até onde foi o local do estudo. Porém se sabe que em 1769 a tragédia da Upa aconteceu novamente no Brasil. O caso ficou conhecido internamente pelos serviços de inteligência como Upa Lelê, em homenagem aos afetados em River Stone e a Leonard Lewis, o disseminador do sistema de tragédia fecal.

Por isso que quando, no carnaval, alguém grita “upa lelê”, a pessoa pula. É para se livrar da merda alheia flutuando próxima. O jargão ficou famoso mesmo com sua origem perdida e nebulosa.

Depois dessa explicação científica e bem elaborada historicamente acredito que você poderá ter um bom carnaval. De nada.

Pensamento do Dia

“Eu odeio carnaval”

Eu Mesmo

Sei que no carnaval tudo pode acontecer, mas não é por isso que a luta contra a estupidez deve ficar de lado.


Última alteração: 4 de março de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.