A verdade sobre alguns personagens de desenhos animados

Escrito por | Besteirol


Estava eu verificando meus e-mails quando abri um que recebi de um amigo que dava uma explicação muitíssimo interessante para o comportamento de alguns personagens de desenho animado que assistimos. Resolvi então transcrevê-lo e que cada um dê a interpretação que achar melhor para cada um dos desenhos animados citados..

Sô uma coisinha, não estou obrigando ninguém a ler, muito menos gostar, achar graça menos ainda, leia por sua livre e espontânea falta do que fazer.

A verdade sobre alguns personagens de desenhos animados (que não percebíamos na nossa ingenuidade…)

pp01_0
1 – GARGAMEL – Provavelmente usuário de LSD. Fica a vida inteira perseguindo homenzinhos azuis com roupas brancaclaramente s com tendências homossexuais e abusando mentalmente su gate. Aliás, para quê ele queria pegar os smurfs??

pp02
2 – PATOLINO – Se ele não usa crack, a Vera Fisher é uma freira. O cara é tão ligadão que consegue ficar pulando, batendo a cabeça no chão sem sentir dor, falando o tempo todo feito um ouço.

pp03
3 – SALSICHA – Suspeito nº 1, típico maconheiro, é só ver as roupas, o cabelo, o cavanhaque, o fato dele conversar com cachorros, sofre de fome crônica e tá sempre batendo uma larica. O Scooby é cúmplice, alguém que consegue comer, em média, 93 biscoitos de cachorro por episódio não pode ser normal. Isso sem falar naquele furgão psicodélico em que eles se trancavam pra fumar um baseado.

pp04
4 – HOMEM-ARANHA – Vivia em eterno conflito por não assumir sua homossexualidade, o que inclusive o fazia ter um apego quase doentio pela figura materna. Chegou até a forjar um casamento, que obviamente não vingou.

pp05
5 – BATMAN & ROBIN – Essa é a dupla homossexual mais bandeirosa do mundo dos super-heróis. (Tanto que na versão original, varias coisas consideradas muito “gays” foram cortadas posteriormente, como a “dança do Batman”, lembram?) Batman era o “solteirão” que curtia meninos bem novos, mas quem duvida que aquela confiança e cumplicidade com o “mordomo” não escondiam algo mais? O “mordomo” é quem na verdade bancava toda aquela trip de herói!!

pp06
6 – ROLO – Bicho grilo, não saiu da década de 70. Anda descalço, de sandálias, cabelo encaracolado de tão sujo e barba comprida, fica o dia inteiro tocando violão e não trabalha. Precisa dizer + alguma coisa??

pp07
7 – ZÉ COLMEIA E CATATAU – Qualquer um sabe o que tem nas cestas de piquenique, senão, como é que vc explica aquela obsessão em roubar as cestas apesar do guarda florestal estar sempre em cima? Os caras voltam pra caverna e começam a viajar…

pp08
8 – HE-MAN – Esse é fácil.. Consumidor nº1, de esteróides, foi um dos precursores da “barbie life style”. Aquele grito “PELOS PODERES DE GAYQUESOU!!” era muita bandeira… O cara fica naquele castelo, puxando ferro, injetando anabolizantes até no tigre dele. E o Esqueleto, tinha um caso mal resolvido com ele, (lembram daquela risada super aviadada?) então o tempo todo ficava tentando uma vingancinha… e coisa e tal.

pp09
9 – OLIVIA PALITO – Claramente usa moderadores de apetite e anfetaminas. Ninguém é tão magro e desesperado assim. Ela deve até ser anoréxica-bulímica. Por sinal, o que é que o Popeye e o Brutus viram nela? Eles quase entraram na lista por tentarem alguma coisa com “aquilo”.

pp10
10 – ALICE (no País da Maravilhas)- Comeu um cogumelo no país das maravilhas e ficou tri-louca, fumando uma marica com a centopéia… o desenho Disney mais lisérgico da história.

Como disse, você leu porque quis a verdade sobre alguns personagens de desenho animado.


Última alteração: 22 de setembro de 2017

One Response to :
A verdade sobre alguns personagens de desenhos animados

  1. monique disse:

    gostei do seu site muito interessante o conteúdo, queria te dar os parabéns e dizer que vou acompanhar mais vezes para saber sempre as novidades. Bjus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.