Adam Sandler - Bar Mitzvah Boy - Blog Farofeiros

Bar Mitzvah Boy

Escrito por | Pensamento

Não sou um Bar Mitzvah Boy, não sou não, mas o Adam Sandler é e muitas outras pessoas são. Ou foram, ou serão.

Sim, estou dando uma folga para a politização nessa semana que foi terrível. Se eu escrevesse algo seria carregado de ressentimento e cheio de ódio gratuito e justificável. Mas não quero isso aqui, bastam os comentários de idiotas babacas que acreditam que aqui não tem moderação como seu portal favorito.

E como estou em uma fase infernal precisei sair um pouco do fogo para respirar. Escrever um pensamento sobre o Bar Mitzvah Boy é minha saída.

Procurei a letra, não achei. Fiquei com preguiça de escrever tudo ouvindo o vídeo. Ah é, preciso explicar que esta é uma das músicas do novo especial da Netflix de Adam Sandler.

Veja bem, seria isso ou falar sobre Tik Tok. É engraçado.

Existem sites vendendo o “evento” como fazem as festas de debutantes. Na verdade a origem do termo Bar Mitzvah Boy vem de um musical britânico que zoava o jovem judeu em seu Bat Mitzvah.

Acredito que o que eu e você precisamos hoje é isso, um motivo para dar uma risadinha. Gargalhar seria mal visto, não importa o motivo. E tudo o que importa neste momento, agora, é que você (e eu) esquecemos um pouco o caos que está ao nosso redor e achamos graça do Adam Sandler.

Não, o Bar Mitzvah Boy do Adam Sandler não é a coisa mais engraçada do mundo. Diamos eu tive que assistir o programa inteiro sozinho pois ninguém queria ver mais uma gracinha do Adam Sandler.

Percebe como tudo precisa ficar mais leve para prosseguirmos? O estado de alerta permanente pode causar sérios danos à saúde. Mental e física. 

Então meu amigo, pare um momento para fazer algo diferente e lembre-se com quem você está falando. Seu amigo de longa data. Estamos juntos.

Pensamento do Dia

“Meu pai costumava usar a mesma calça por uma semana”

Adam Sandler – o Bar Mitzvah Boy

Você pode fazer boa arte ou estudar o Oumuamua, mas você precisa mesmo é perguntar sobre minha agenda feminista.

Veja mais...

Última alteração: 3 de dezembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.