Categorias
Games

Ragnarok Origin

Ragnarok Origin é um Pesadelo fantasiado de Poring.

Antes de começar a falar de Ragnarok Origin preciso deixar algumas coisas claras. Sou (era?) fã do saudoso Ragnarok Online lançado em 2004, viciei, viciei meus amigos e joguei por anos. Como um dos primeiros MMOs acessíveis no Brasil foi fácil conhecer gente de todo o Brasil e se jogar de cabeça (do jeito que dava).

Fui o líder (ou Alt + G) de clã, depois deletei meu clã, aí fui para outro clã que acabou também antes de começar minha jornada em World of Warcraft. Tudo isso bem antes da problemática Level Up! Games deixar de administrar o jogo no Brasil, o servidor bRO. O jogo ainda existe, mas está cheio de microtransações extremamente questionáveis, porém, para buscar um novo público a Gravity evoluiu.

Existe o Ragnarok Online 2, lançado em 2013, que é apenas um jogo genérico em ambiente 3D para PC, mas não é a única opção. Existem diversos Ragnarok Online para celular, um deles é conhecido pelo seu assustador sistema de casa de leilões com microtransações milionárias, Ragnarok Mobile Eternal Love é uma aberração gamer capitalista do inferno – e não há exageros nessa afirmação.

Ragnarok Origin - BLOG FAROFEIROS

Monetização ou exploração?

Você se lembra que disse que era viciado, né? Pois um amigo – que conheci em Ragnarok Online – me apresentou Ragnarok Origin. Enquanto escrevo este texto meu personagem está fazendo uma missão de dançar por 30 minutos na fonte da cidade Prontera. E esse é um bom resumo do que é o jogo além das excessivas mecânicas pay to win.

Que tal um porta-retratos para seu personagem mostrar que você já gastou US$ 90,000 dentro do jogo? Sim, Ragnarok Origins tem! E, em uma conta de regra de três bem simples, descobrimos que uma montaria que custa 4.000 Nyan Berry custa USD 83,32. Estes números assustadores ficam piores em Reais, a montaria sai por R$ 420,79, já para obter a Moldura de Coração de Leão você precisa gastar R$ 454.500,00.

Ragnarok Origin - Moldura Coração de Leão - USD 90000 - BLOG FAROFEIROS
Item exclusivo para quem gastar U$D 90,000.00, uma microtransação inofensiva, né?

Sei que todo mundo precisa ganhar seu dinheiro, administrar um ambiente online não deve ser barato, reconheço isso. O que não me conformo é com o abuso desse tamanho. E, se falando de joguinhos de videogame, algo viciante pode se transformar em um pesadelo que poderia pagar por uma casa. Você consegue se imaginar gastando esses valores com Nyan Berries para um personagem de jogo de celular?

São diversas moedas que você pode comprar com dinheiro real para obter simplesmente qualquer coisa: equipamentos, experiência, melhorias, montarias, experiência para pet, e muito mais. Tudo pode ser alcançado com o poder monetário.

Não é incomum ver no topo dos rankings pessoas que gastam muito mais dinheiro do que você ganha por mês na classificação geral do servidor – incluindo o PVP. Enquanto alguns pacotes são mais acessíveis é importante lembrar que absolutamente tudo está à venda no jogo por dólares. E cada coisa com o preço de uma moeda diferente daquela que você comprou, fica fácil assim perder a noção de valor real dos itens.

Alguns dos itens garantem a chance de obter outro item na maioria dos casos, mas eles podem ser obtidos de maneira gratuita, mas de maneira limitada e depois de você clicar em dezenas de notificações. Nesses casos, confesso que vejo uma mecânica parecida com a de loot boxes, pagar pela chance de ganhar algo mesmo no mundo digital me dá a impressão de estar em um jogo de azar.

Ragnarok Origin - Battle Pass - BLOG FAROFEIROS
Tem Battle Pass também.

A chance de drop de itens sempre foi a principal mecânica de todos os Ragnarok Online, desde a época em que eu pagava mensalidade no bRO. Dropei muitas cartas depois de horas caçando mobs na pirâmide de Morroc principalmente… Mas isso é deturbado a todo momento pelas micro transações que a Gravity monetiza em cima da jogabilidade deste jogo. E isso acontece sempre desde que criaram as microtransações por ROPs no bRO. Valeu LUG. O drop de itens sempre ocorreu com números muito baixos, forçando o grind excessivo – o que favoreceu muito bots na versão original do jogo, algo que a Gravity nunca conseguiu resolver.

E, como não pôde vencê-los, a Gravity simplesmente uniu-se a eles com o sistema de autoplay, onde você não precisa ficar clicando nos alvos e habilidades. Você configura e o jogo faz tudo por você.

Se você é das antigas já fica o aviso: não há KS (kill steal) nem como pegar o loot alheio, mas também não há trocas diretas entre os personagens e o Armazém é individual por personagem. Você não vai conseguir passar uma carta de um personagem para o outro facilmente.

O público atual do jogo está acostumado com a ausência dessas questões do jogo original. Os nomes dessas pessoas entregam sua idade (nomes falando calvície no anus e que são arrombadores são comuns, na minha época eles se chamariam C0t0c0 e assombrariam guildas anciãs). Sem mencionar que os bonecos fofinhos apresentam uma sensualidade desproporcional ao tom cartunesco que remete toda a arte do jogo – obviamente com fantasias que podem ser compradas.

A monetização é necessária, eu sei. Mas utilizar uma quantidade sem igual de vantagens para quem literalmente gasta mais dinheiro no jogo é algo que traz desiquilíbrio na comunidade e transforma combates em batalhas injustas. Fui testemunha de um massacre, onde um personagem matou outros cinco de uma vez sem se esforçar muito. Eu e meus amigos fomos destruídos pelo poder monetário.

Serviços como o Kafra VIP são absurdos: mapas exclusivos para assinantes são iguais aos gratuitos, mas com mobs e chefes só para você. Quando você sai e volta, o do mapa VIP os mobs e chefes resetam, você não precisa esperar o horário nem competir com outros jogadores pelo MVP.

PvP? Tem Liga dos Clãs, tem Guerra do Emperium (WoE, War of Emperium), tem Arena… E se você não compra as vantagens para ampliar seu poder você morre com um tapa do inimigo. Sim, se você não paga você morre.

Ragnarok Origin - BLOG FAROFEIROS

Mas Ragnarok Origin, é bom?

Muito foi criado para otimizar o game e proporcionar até uma boa qualidade de vida mesmo com tanto grind e microtransações. As cartas fazem parte de uma mecânica famosa e relacionada ao jogo desde sua versão original, antigamente você colocava a carta no equipamento e ela ficava ali para sempre. Se precisasse substitui-la você perderia a que estava instalada anteriormente, isso mudou.

O auto-jogo funciona bem, não como suporte, mas para matar monstros a função é interessante. Mas é importante apontar que sem essa função seria impossível jogar, seja no PC, seja no celular. A interface apresenta uma quantidade rídicula de ícones com notificações frequentes e que não podem ser desligadas.

Esta mecânica é a principal ferramenta anti-bot que a Gravity pôde criar: o próprio bot. É interessante como o que causou muitos problemas para o bRO (estou olhando para você Level Up! Games) é a principal mecânica de Ragnarok Origin. Faça seu grupo aperte AUTO e o jogo jogará para você… por no máximo 150 minutos. Sim, há limite de tempo de luta que concede prêmios e experiência.

O excesso de mecânicas que “evoluem” os itens é cansativa. Além de fortalecer um equipamento ele pode ser refinado, encantado e ter cartas inseridas (se for possível abrir o slot para cartas). E isso ocorre em todos as peças de equipamento, incluindo as chamadas “fantasias” que de cosméticos só tem o nome. Mas não é só isso, seus status podem ser aprimorados por Plumas, Estátuas, Medalhas, Engrenagens, Tábuas, Títulos… e isso pode ser apenas o começo, afinal não alcancei o endgame. Para aprimorar seu poder as montarias ganham experiência e atributos, sem mencionar a mecânica de pets.

Existem diversos monstros que você pode usar de pets, não, você não os captura no mundo, mas ganha “partes” deles até concluí-los. Matar monstros não dão experiência para esses pets, é preciso outro item para que ele ganhe níveis… E não é só um. São quatro ativos e outros cinco que são implantados como “ajuda”. O bônus de poder deles afeta o poder do personagem.

Ragnarok Origin - Drobado e Buzina - BLOG FAROFEIROS
Dobraram o DROBADO e a buzina de Heimdal são erros absurdos e engraçados. Cometidos por IA?

O poder do seu personagem é o que diz para as pessoas o quanto você tem condições de adentrar em tarefas mais difíceis e, é bom lembrar, as microtransações facilitam em todas as mecânicas do jogo. Você pode comprar pets lendários, plumas, fantasias, estatuas e tudo mais.

Dentre as diversas mecânicas destaco as dungeons. Simples, mas interessante ao ponto de você não se cansar dela mesmo sendo repetitiva: o tanque chama os mobs, o curandeiro, cura e os três causadores de dano, batem. 

A Gravity implementou diversas quests e missões que variam de matar monstros até dançar no meio da praça por 30 minutos. É comum encontrar erros de tradução que remetem ao uso de IAs pouco elaboradas. Erros de gênero são vistos o tempo todo, mas um personagem classificado como masculino não pode usar fantasias de personagens classificadas como femininas. Enfim, a típica hipocrisia gamer.

Ragnarok Origin - BLOG FAROFEIROS

Você vai jogar Ragnarok Origins?

Para mim, como jogador velho/veterano, é meio chocante ver que as novas missões (ou quests) abordam os ataques à orcs e goblins. Em um mundo dominado por gente branca, vê-los querendo matar todos que são diferentes deles me assusta um pouco. Afinal é muito parecido com a realidade e as raças de “monstros” não são seres irracionais.

Não entendo a censura de palavras como “lula” e “comunista”, nomes de extrema direita são vetados também, mas não faz sentido. Nomes de guilda enaltecendo grupos racistas são bem comuns e reportar este tipo de abuso e uma árdua tarefa. Existem bobagens censuradas como a palavra SEMANAL por conta de ANAL no final. Escrever isso não pode, mas a personagem feminina ficar sensualizando enquanto dança, pode.

É comum ver pessoas no chat do servidor chamando para grupo VIP, ou seja, grupo formado por personagens com vantagens pagas. Bots vendendo moedas do jogo também são comuns (e caras), mas neste caso acredito que possa ser apenas um golpe, não a venda efetiva.

No jogo original a riqueza vinha, teoricamente, da WoE (ou Guerra do Emperium). Em Ragnarok Online Origins a riqueza no jogo vem da riqueza do mundo real, assim como o jogo original quando debandou para as microtransações mas de maneira surreal.

Ragnarok Origin - Leilão Carta Marionete Angeling II - BLOG FAROFEIROS
Leilões em troca de moedas de microtransações.

E, apesar disso, estou jogando por enquanto. É importante informar – caso você não saiba – que sou uma pessoa extremamente chata e contra microtransações, não compactuo e não gasto dinheiro com elas em jogo algum. Se você também tem essa resistência talvez consiga aproveitar o jogo… Talvez.

Crianças já criam guildas que exigem presença obrigatório nos eventos, que ocorrem normalmente à noite. Logo, pessoas que trabalham a noite ou estudam estão automaticamente fora e não há a possibilidade de executar a atividade em outro horário que não o do servidor.

Origins não é igual ao Online, mas é parecido o suficiente para fazer com que minhas estratégias no jogo antigo ainda funcionem razoavelmente bem.

Ragnarok Origin já acabou para algumas pessoas, um amigo que acessou o servidor global e percebeu que a quantidade de pessoas no game é extremamente baixa. O problema é claro, um game baseado em monetização não cria laços afinal você precisa realmente pagar por tudo.

É tão bom quanto ao antigo? Quem disse que o antigo era bom? Ele simplesmente era o que a gente tinha de MMO para jogar.

Ragnarok Origin - BLOG FAROFEIROS

Códigos para resgatar em Ragnarok Origin ajudam?

Há sempre a primeira dose grátis, antes de você viciar em alguma vantagem ou facilidade que um item pago pode lhe dar. Por isso, como bom informante, vou tentar ajudar com alguns códigos para resgatar uns materiais e cupons de gasha, lembre-se use com moderação.

Para resgatar vá no ícone Recompensas, baixe o menu lateral até encontrar a aba Regatar. Alguns códigos podem ter sido revogados pela Gravity, mas tente usar, não custa nada.

ROOIZLUDE

ROOMORROC

ROOSHIPWRECK

ROODC10KMEMBERS

ROO1MACHVIEVE

ROO2MMILESTONE

ROO3MCELEB

ROO5MEXCITBOOST

ROO500KPREREGISTER

ROO8MREWARD

ROOALBERTA

RO20YEARS

ROO123

ROO666

ROO777

ROO888

ROO999

ROO2024

ROOVIP

REALRO

ROODREAM

ORIGIN

ROOFOREVER

LETSGOROO

ROODC50KMEMBERS

ROOADVENTURE

ROODC100KMEMBERS

ROOWOMENSDAY

ROOASSEMBLE

ROODC150KMEMBERS

ROOBLESSING

ROOPOWERUP

ROOEASTERDAY

ROOBLISSFUL

ROOJOYFULROO

ROOLEVEL70UPROO

ROOEASTEREGG

ROOSUNSHINE

ROONUMBERONE

ROOMVPKILLER

ROOWELCOMEGVG

ROONUMBERGUESSING

ROOMAYDAY

ROOMASTERSMITH

ROOHENRING

ROOHIGHPRIEST

ROODROPS

ROOGHOSTRING

Por Rodrigo Castro

Debochado e inconveniente. Escritor, roteirista e designer de brincadeirinha.

6 respostas em “Ragnarok Origin”

Um amigo antigo do bRO tentou o Origins, desistiu, baixou o bRO e tenho jogado com ele de fim de semana com um pessoal do fórum.
Há males que vem pra bem, né?

Ah cara, não consigo mais viver naquele mundo 3D tosco com sprites pixelados recheado de microtransações. Um jogo de mais de 20 ans atrás deveria monetizar de um jeito diferente… Sem falar q minha conta antiga está já liberada na Warpzone, mas não consigo logar. Padrão LUG/Gravity como sempre.

PORÉM, se estão se divertindo, é isto que importa!

Let’s Rok! ;)

Olha, eu posso falar pelo Ragnarok Online que é o que eu jogo. É perfeitamente possível jogar e ir até o nível máximo sem colocar um centavo no jogo.
Agora, claro que se tu quiser ir num pvp a coisa muda de figura!

Esse é a questão, sei que você pode fazer tudo sem gastar dinheiro, mas quem gasta tem MUITO mais vantagens… não importa o quanto você se esforce o poder monetário vence.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.