Overwatch - Symmetra

Overwatch: Symmetra é autista!

Escrito por | Games, Notícias


A diversidade é uma marca de Overwatch

Que a Blizzard chuta bundas com Overwatch nós já sabemos, o que é importante para o público geral que acaba se identificando com os personagens. Seja fisicamente, seja quando sua orientação sexual, seja quanto seu jeito de ser.

Todos ficaram surpresos com a recente amostra do relacionamento homossexual de uma das personagens mais queridas do jogo, Tracer e sua namorada até foram visitar Winston no Natal.

Não sei se é enquadrado nisso mas temos o herói brasileiro Lúcio, que é um dos personagens que mais ganha destaque com jogadores com grande habilidade… logo eu sou ruim com ele pois a mecânica de andar nas paredes não entra na minha cabeça.

O fã que se identifica com o herói

Recentemente Jeff Kaplan, diretor de Overwatch, respondeu uma carta que surpreendeu muitas pessoas. No post do Tumblr de Samuel, um garoto de 13 anos altista está a carta abaixo.

Querido Samuel,

Fico muito feliz que Overwatch esteja ajudando de uma boa maneira você e seu irmão se conectarem! Nada aquece mais meu coração do que ouvir histórias como a sua.

Fiquei feliz por ter perguntado sobre Symmetra. Foi muito astuto ao perceber que ela menciona o spectrum em nossa história em quadrinho. Symmetra é autista. Ela é uma das heroínas mais queridas e nós achamos que ela faz um belo trabalho representando como pessoas com altismo podem ser demais.

Muito obrigado pelo seu tempo escrevendo para mim. Eu realmente gostei da sua carta e eu irei compartilha-la com o resto da equipe.

Desejo para você e seu irmão muitos jogos divertidos em Overwatch!

Overwatch - Carta Symmetra autista

Legal né?

Na história Um Mundo Melhor de Overwatch conta uma história de Symmetra no Brasil onde ela se refere a si mesma como diferente e onde ela se encaixa dentro do espectro. Este espectro ao que ela se refere seria o do autismo.

Esse é só mais um exemplo como a representatividade é importante para entendermos melhor e vivermos melhor com os outros mas principalmente com nós mesmos, independente de orientação sexual, raça, ou se você é aquela filha da mãe da Widowmaker me campeando.


Última alteração: 10 de março de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.