Metroid Prime

Escrito por | Artigos


Na mais nova moda dos pre-sequels (jogo novo só que a história é velha) a Nintendo finalmente lança um jogo novo Metroid, fora o Metroid Fusion para Game Boy Advance). Isso mesmo, a mercenária mais ferrada dos games Samus Aran está de volta em Metroid Prime para Game Cube.

Metroid Prime tem estilo totalmente diferente dos outros jogos da série, agora é em primeira pessoa, um FPS, mas as armas e upgrades da armadura estão todos lá. O que mais impressiona são as visões de analise de terreno que acompanham a visão em primeira pessoa, principalmente a de raio-x que chega ao absurdo de aparecer até os ossos da mão da protagonista do jogo. A visão térmica também é interessante, além de lembrar um Predador alguns puzzles precisam dela para encontrar alguns plugs.

Virei muitas noites procurando upgrades de mísseis e apanhando de chefões gigantescos que ficam invisíveis e te mandam chumbo… OH RAIVA!!! Mas acho que a vida não fica melhor do que isso. Se você Metroid Prime deve saber de qual chefe estou falando. O novo formato me assustou mas não incomodou no final, me divertiu e atingiu todas as expectativas. A visão muda apenas quando você precisa usar a Morphing Ball, aí ou a visão é em terceira pessoa.

Quem se lembra do Super Metroid do SNES não vai sentir falta de nada, aliás até sobra coisa nova. É claro que Super Metroid é um clássico e Metroid Prime ainda terá que passar por mais alguns testes para tomar seu lugar ao lado do game de Super Nintendo. Mas isto não quer dizer que o jogo seja ruim, de maneira nenhuma.

Esse jogo é para viciados de plantão e principalmente para os saudosistas. Sou as duas coisas logo achei minha alma gêmea.

Metroid Prime é exclusivo para Game Cube.

Veja mais...


Última alteração: 24 de novembro de 2017