IGN compra Humble Bundle

IGN compra Humble Bundle

Escrito por | Games

Poucas coisas me assustam hoje em dia, um veículo de imprensa de games começar a vender jogos não me surpreende. A nota é clara e direta, a IGN compra Humble Bundle.

Como isso pode dar errado, não é mesmo?

Nos últimos meses tenho criticado muito as opções editoriais da IGN brasileira e americana. Click bait e posts pagos inundando redes sociais de todas as formas me irrita e, principalmente, falta com a verdade na maioria das vezes.

A estratégia adotada para promover Destiny 2 com certeza foi eficaz, mas duvido que tenha sido ética. Click baits e cópias são comuns inclusive, o que me fez deixar de segui-los nas redes sociais. Relaxem, a IGN não é o demônio encarnado… só é um deles.

IGN compra Humble Bundle

Agora, IGN compra Humble Bundle é como se, em um exemplo exagerado, o médico que te atende vendesse o remédio também. Minha preocupação nem é uma suposta concorrência desleal com outros serviços de venda de games online, o que pesa para mim é que se você está vendendo algo, como irá falar dos defeitos dele.

Você não precisa trabalhar com vendas para saber que alguém só comprará seu produto se ele atingir as expectativas do comprador. Um jogo que lhes dê mais lucro mas é ruim, tem péssimo suporte e é cheio de bugs, será que a IGN dará a informação correta sem pesar o lado comercial? Sim amiguinhos, acho difícil noticiar ou analisar algo imparcialmente se você vende tal produto.

No anuncio oficial fica claro que a intenção é agregar cada vez mais produtos e se utilizar da união das empresas.

A Humble Bundle é um sistema de venda de games, livros e até quadrinhos digitais que faz promoções e arrecada uma porcentagem das vendas para caridade. Não se engane, apesar da caridade ela não é uma empresa sem fins lucrativos. Quando você ajuda na caridade você paga pela estrutura deles e tudo mais que precisam, até comissões e impostos.

O título IGN compra Humble Bundle me assusta, um gigante da mídia não se manterá ético se as vendas não atingirem as expectativas de seus investidores.

Última alteração: 16/10/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *