Destiny 2 e os posts pagos na IGN

Destiny 2 e os posts pagos na IGN

Escrito por | Artigos, Games

Um dos maiores problemas da imprensa mundial, independente do lugar, da mídia ou a área é a famosa prática dos posts pagos. Destiny 2 segue esse caminho com diversos posts pagos na IGN.

Opiniões são compradas facilmente, bom ou ruim são apenas os aspectos que interessa ao comprador. A última grande falcatrua que pudemos ver foi com relação a No Man’s Sky. Muita mídia paga, muitos posts pagos e muitas promessas em algo que não rendeu nada. Nós aqui até vamos comprar o jogo quando chegar à um preço perto dos R$ 30.

Em menor escala eu recentemente caí no golpe do Mass Effect: Andromeda. Vi que estava bugado e mesmo assim comprei o jogo bem aquém do esperado. A velha história da propaganda ser melhor que o game se repete todos os dias de diversas formas.

Aqui em casa eu e minha esposa gostamos muito de Destiny. Compramos todas as expansões e fizemos diversas pré-compras sempre esperando algo melhor… que nunca chegou. No lugar eles preferiram lançar um novo jogo “do zero”, só que não.

Destiny 2 e os posts pagos na IGN

Aí entram posts pagos na IGN, mostrando diversas matérias exclusivas, previews das classes e mapas. As novidades de Destiny 2 saem todas lá primeiro e, adivinhe só, o jogo não tem defeitos (não que isso seja surpresa para alguém).

“O novo jogo traz um novo e poderoso inimigo” foi a primeira frase sobre o game que me fez gorfar. A “nova ameaça” é só uma das raças inimigas do primeiro jogo com cores diferentes.

Em um dos posts pagos na IGN foi apresentado um novo mapa de Crisol chamado Vostok que é simplesmente a cópia de um trecho do mapa do Templo de Ferro. CÓPIA! Outro item velho reutilizado é um assalto exclusivo de PS4 que leva os usuários à lutar contra Decaídos, inimigos do primeiro jogo que são cópias com visuais novo dos mesmo inimigos do primeiro jogo.

As classes mudaram, mas as habilidades se parecem com as antigas de outras classes. Jogaram no lixo, repito, NO LIXO, toda e qualquer conexão relevante à mitologia do primeiro jogo simplesmente explodindo o Viajante.

A idoneidade da IGN é colocada em questão frequentemente, seu braço brasileiro utiliza de técnicas de click bait absurdas e os posts pagos são internacionais. 

Reutilizam o jogo antigo e o vendem como novo. Posts pagos em um portal internacional de notícias suspeitas. O que posso pensar de positivo desse game que nem joguei e já tenho medo pacas?

Será mesmo que Destiny 2 é uma continuação ou um backup do primeiro game  pronto para encher a carteira da Bungie de dinheiro?

Quem avisa amigo é…

Última alteração: 14/7/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *