Thor - A morte de Jane Foster

Thor: A morte de Jane Foster

Escrito por | Quadrinhos

A morte de Jane Joster tem sido adiada por muito tempo. Dessa vez não houve escapatória.

Em The Mighty Thor #705, lançada hoje nos EUA, finalmente é mostrada a morte de Jane Foster. Um final triste, cheio de drama e marteladas para a deusa do trovão do Universo Marvel. O escritor Jason Aaron foi quem tornou a personagem tão poderosa e interessante para o público.

Do nada Thor Odinson se tornou indigno do poder de Mjolnir, mas como sempre é preciso existir um Thor a médica aceitou assumir o cargo. Como ela estava sofrendo de câncer todos acreditaram que alguma magia asgardiana ou do próprio poder que Mjolnir lhe conferia curariam a doença. Mas a médica humana que se tornou senadora no Congresso dos Mundos queria deixar que tudo seguisse sua ordem natural. Doutor Estranho, Freya e tantos outros seres poderosos lhe ofereceram curas milagrosas, mas Jane negou todas.

Thor - A morte de Jane Foster

A morte de Jane Foster não foi em vão, ela teve diversos ótimos momentos heroicos como quando enfrentou o Thor da Guerra, quando sobreviveu à bagunça de Império Secreto entre outras bagunças da Marvel Comics. Pulei Marvel Generations de propósito.

Os quadrinhos de Jane Foster como Thor chegou a vender mais do que sua versão masculina entre 2012 e 2014 nos EUA. Confesso que adorei essa fase, Thor precisava ser remodelado para não se tornar um personagem brega. Por outro lado Odinson também era divertido, diferentes mas os dois estavam interessantes.

O triste fim de Jane Foster

A médica possui um senso de heroísmo bem diferente de muitos outros personagens que contam com a imortalidade ou trapaças para alongar a vida. Jane Foster sempre soube que morreria, mas mesmo assim lutou até o final contra uma doença incuravel em sua forma mortal e contra matadores de deuses e todo tipo de ameça universal. As vezes até tirava umas lascas do Capitão América.

Temos spoilers sobre a morte de Jane Foster abaixo.

Já faz algumas edições que o Mangog vem caçado os deuses asgadianos sedento por vingança. A poderosa criatura quer se vingar principalmente do pai de todos e, apesar de seu visual bobo, ele quase consegue matar os seres mais poderosos de Asgardia que se encontra a caminho do Sol.

Obviamente Jane Foster descobre o caos que está acontecendo em Asgardia. Ela ignora todos os avisos e mesmo assim assume mais uma vez a forma da poderosa Thor, infelizmente seria a última vez que isto aconteceria. A magia que envolve a transformação da mortal na deus a do trovão de alguma forma piora a situação do câncer de sua forma terrena. Esta última transformação simplesmente a levará a morte quando deixar a forma de Thor.

Odinson surge para ajuda-la, mesmo sabendo do final trágico que está reservado para Jane Foster eles ganhando ou não a batalha.

Mangog é um ser realmente muito poderoso e mesmo os dois juntos não conseguem dar cabo da criatura, fica claro que eles não podem vencer o combate. A solução para livrar o povo de Asgardia desta terrível criatura é impressionante e surpreendente.

Thor - A morte de Jane Foster

Jane providencia correntes forjadas por anões de Nidavellir, utilizadas para prender Fenris até o dia do Ragnarok. As prende em Mjolnir e manda o martelo voar para longe. Com Asgardia sendo destruída pelo Sol e Mjolnir voando para longe o poder do martelo logo se esvairá dela.

Tudo o que restou foi um último beijo em Odinson. Brega demais, mas mesmo assim foi bonito.

Thor - A morte de Jane Foster

Na próxima edição provavelmente veremos um velório e quem sabe poderemos ver Jane Foster feliz no Valhalla depois de uma luta dessas? Sentirei falta dela e mal posso esperar para falar mal do Thor dourado… Que coisa ridícula aquilo.

Última alteração: 20 de Abril de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *