1º de Abril é uma mentira

O 1º de Abril é uma mentira

Escrito por | Pensamento

Farofeiros e farofeiras,

Foi-se o tempo que as pessoas mentiam bem. Boa mesmo era aquela mentira de várzea, aquela mentira de vila que fazia a molecada toda ficar com medo de qualquer pessoa loira que passasse pela rua. Na internet até foi bom por um tempo mas agora acredito que acabou. Escrevo esse relato após a frustração da constatação de alguns amigos quanto a pouca qualidade do evento culminando na fálica, mas verdadeira, afirmação de que o 1º de Abril é uma mentira.

Convenhamos que o evento é estúpido pois a mentira, o principal alicerce de nossa sociedade, hoje é tão disseminado e tão apoiado que é incomum encontrar alguém verdadeiro. Não falo desses mal educados do YouTube, falo de simplesmente não mentir. Não falar para onde foi o dinheiro da merenda, do metrô, da Copa ou do sítio, são bons exemplos que a sociedade absorve no dia a dia e acaba utilizando em seu viver.

Por que colocar a culpa no gato na salsicha que sumiu? Por que puxar o saco daquela pessoa insuportável? Contar uma mentira como brincadeira eu até entendo, viver uma mentira eu acho estranho e suspeito. Criar perfis falsos nas redes sociais não vai lhe ajudar a você liberar quem realmente é, seja sua homossexualidade, seja sua perversidade, seja sua vontade de se isolar. Pare de mentir para você mesmo e saia do armário, vista uma roupa de couro e mande seu marido bater em sua bunda, deixe de fazer a barba e vá para a Finlândia. 

Mas se você for babaca e se acha legal pare de mentir sobre sua cara de pau para si mesmo. Nessa história 1º de Abril é uma mentira, mas levar isso pela vida toda só vai prejudicar você, não o dono do triplex.

Pensamento do Dia

A maior mentira é aquela que você conta e se força a acreditar

Li na porta do banheiro no bar de ontem.

 

Última alteração: 9/4/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *