Categorias
Games Notícias

Nintendo pensando em mudar as coisas…

nintendo-satoru-iwata

Que a Nintendo anda mal das pernas todo mundo sabe a um tempo… as vendas expressivas do Wii foram por água abaixo com a porcaria do Wii U… um console/brinquedo de nova geração com hardware da geração passada. O trunfo na manda eram os portáteis… DS, 3DS, 2DS, todos vendem muito bem obrigado… mas não mantêm a empresa.

A muito tempo, mesmo com o sucesso do Wii, a Nintendo tem se apoiado em grandes lançamentos de títulos próprios a muitos anos… não me entenda mal, são jogos bons! Mario e suas franquias como Mario KartSuper Mario, Mario Party… entre tantos outros… Todas plataformas da empresa seguem o mesmo modelo de software, com qualidade, mas sem muita inovação… acabamos comprando um console novo apenas para jogar Mario pois outra empresas não arriscam competir com a Nintendo na área de software.

Quando falo em plataforma a coisa se complica mais ainda, além do preço não ser muito acessível (nem vou falar de impostos brasileiros), pelo mesmo preço você tem um console da mesma geração com suporte gráfico melhor, com bons jogos, mas sem Mario… e cá entre nós o Kinect é melhor que o Wiimote.

Com tudo isso na cabeça o presidente da empresa, Satoru Iwata teria declarado em uma reunião de prestação de contas aos investidores que seria preciso mudar para não estagnar, a preocupação vem do fiasco de Natal onde o Wii U vendeu apenas um terço do esperado.

Iwata ainda teria dito que não acha que lançar Mario para smartphones seja a solução… o japonês quer é vender console, ali que está a grana grande… mas amiguinhos, só com jogo do Mario e com gráficos de geração passada é que não vão conseguir.

Pokémon para smartphone ia ser o maior sucesso de todos os tempos… certeza… aguardem por mais modelos de Nintendo DS… e aí, a Nintendo vai falir ou a Disney vai comprar?

Via.

Por Rodrigo Castro

Debochado e inconveniente.

Uma resposta em “Nintendo pensando em mudar as coisas…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.