Categorias
Quadrinhos

Ultramega de James Harren

Review do surpreendente quadrinhos Ultramega de James Harren.

Em meus devaneios autorais tenho ideias que nunca – nunca – saem do universo do pensamento. Falta de incentivo? Falta de habilidade com o texto? Não sei a resposta, porém, ao ler Ultramega de James Harren posso dizer que me senti “representado”… Afinal finalmente vi uma abordagem mais adulta do gênero super sentai (ou tokusatsu?) de que realmente gostei.

Seus heróis orientais – ou nem tanto – da infância como Power Rangers, Changeman, Jaspion, Ultra 7, entre tantos outros ficaram lá, naqueles anos incríveis tudo era lindo. Hoje, com sua idade avançada, assistir à estas séries seria nostálgico, mas doloroso… Temas desatualizados, bobos, piadas toscas, o zíper na roupa do monstro é a menor das preocupações.

Ultramega é diferente disso tudo, é violento, visceral mas igualmente fantasioso. E devo confessar que até o momento, as quatro primeiras edições não é nada menos do que maravilhoso para este fã de Jaspion com mais de 40 anos. O argumento, a arte, a história, tudo combina bem demais para uma envolvente narrativa para os fãs de super heróis fantásticos.

Um vírus, uma praga. Não importa quem é seu hospedeiro e quem será sua presa, se deixada de lado ela irá se espalhar e crescer. É por isso que um guerreiro é escolhido para trazer order ao caos e enfrentar essa praga cósmica. A Maldição do Kaiju precisa ser contida, porém há esperança. O escolhido para lutar receberá o poder para enfrentar tal praga, mas será preciso se unir à forças cósmicas desconhecidas para se tronar o Ultramega.

Compre quadrinhos com preços especiais e frete grátis!

James Harren é quem desenha, escreve e criou a história e não poderia elogiar mais este lançamento da Image Comics. Um quadrinho que pode ser considerado alternativo em uma editora que engaja o universo mainstream de frente e com conteúdos diferenciados (ou nem tanto).

Ao seguir um sonho de poder e propósito nosso herói aceita o manto de outros heróis desconhecidos em um sonho… Mesmo que o olho em seu peito tenha sumido depois de ter acordado. Estes heróis deste mundo corrompido sangram e sofrem com a realidade, problemas que eu e você poderíamos sofrer se tivéssemos que lidar com tanto poder e responsabilidade.

A primeira edição, logo de cara, irá partir seu coração e te deixar sedento para sofrer com as próximas edições. No momento que escrevo este review me seguro demais para não soltar spoilers e sofro pela quinta edição ainda não ter sido lançada. Infelizmente não acho que o gibi será lançado no Brasil, mas há meios de você adquiri-lo online. Mas confesso, li algumas coisas boas em 2021, como DIE, alguns pedaços de X-Men e Planet Sizer X-Men (mas o Pedro prefere One Piece).

Há a promessa de que veremos a quinta edição de Ultramega até a metade de 2022. Só sei que quero e preciso de mais. Muito mais.

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.