Categorias
Filmes

Matrix é a continuação de Exterminador do Futuro

Matrix é a continuação de Exterminador do Futuro… Vai me dizer que você não sabia disso?!

Já falei dessa teoria com alguns amigos e alguns ficaram até assustados, mas em uma conversa com o chat (né mineirabruna) na Twitch outro dia vi que a ideia não foi disseminada o suficiente. Com isso decidi escrever minha teoria de que Matrix é a continuação de Exterminador do Futuro aqui no blog para todos terem uma fonte confiável das porcarias que irei relatar.

No O Exterminado do Futuro original de 1984 vemos que um robô do futuro volta para o passado para tentar alterar a história para que o Dia do Juízo Final não ocorra. No dia 29 de Agosto 1996, porém desde que John Connor enviou Kyle Reese para o passado suas tentativas de anular o dia fatídico apenas atrasaram o inevitável.

Matrix é a continuação de Exterminador do Futuro - 03 - Blog Farofeiros

Como o Dia do Juízo Final é inevitável, sabemos que Skynet tornar-se uma inteligência artificial é o catalizador de toda a história do Exterminador do Futuro e o início de um program de extermínio (sic) da raça humana.

Para enfrentar o advento das máquina John Connor tenta – várias vezes – alterar o passado, enviando robês e até seu próprio pai para tentar mudar a história. A linha do tempo do Exterminador do Futuro é extremamente complicada e confusa, mesmo assim sabemos que as máquinas sempre vencem no final. Aí fica claro que mesmo viajando no tempo e com toda a rebelião arquitetada por Connor não há como escapar do advento das máquinas.

Com isto em mente, podemos entender que em um futuro próximo de John Connor ele finalmente entenda que enfrentar as máquinas no passado é uma perda de tempo. Então, aí podemos começar a falar de Matrix, mais especificamente o que vemos em Animatrix, uma série de animações que expandem e tentam explicar um pouco mais da história daquele universo. Porém o que nos esclarece mais fatos e conecta à história do Exterminador do Futuro são as animações de A Segunda Renascença Partes 1 e 2.

Nestes episódios fica clara que a vida humana evoluiu muito graças ao advento das máquinas… Até o momento em que as máquinas tomam consciência, assim como Skynet, decidem que precisam viver – ou sobreviver – independente dos desejos do ser humano. Não vimos ainda o final derradeiro, o dia do Juízo Final que trás o futuro, e é aqui, neste ponto que podemos ver uma ligação entre as duas franquias e afirmar que Matrix é a continuação de Exterminador do Futuro.

Com o céu queimado, como último recurso da resistência humana, surge então a necessidade das máquinas encontrarem novas fontes de energia para se manterem. Surge então a Matrix transformando os seres humanos em baterias que alimentam as máquinas enquanto estes vivem em um ambiente virtual controlado. Nele sempre há a anomalia “o escolhido” e o colapso de Zion, de uma maneira rudimentar podemos chamar de reboot de todo o sistema.

Talvez John Connor tenha alguma ligação com Zion, é difícil nomear alguém assim ser termos uma linha do tempo assertiva para seguir apontando os nomes importantes da história. Talvez em Matrix 4 isso mude pelo menos um pouco, mas sabemos que naquela realidade centenas de anos se passaram e se John teve alguma relevância poderia ser facilmente apagado da história pelas máquinas.

Mas se você acredita que essa teoria é viajada aperte o cinto pois estou pensando aqui em uma que colocaria John Wick como reencarnação de Neo. Quem sabe ele opera de uma maneira diferente em uma versão mais antiga da Matrix.


Gostou da bobajada? Chutado demais a teoria? Vamos lá, mande sua teoria aí nos comentários para ver quem viaja mais na maionese – mas não pode chegar perto do padrão Heinze de viagem.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.