Categorias
Pensamento

Alguém na vida

Vamos pensar sobre ser alguém na vida.

Farofeiros, farofeires e farofeiras, não sei se sou alguém na vida. Para algumas poucas pessoas sei que sou, e isto deveria me bastar, mas o mundo não permite que meu desejo seja tão limitado. Sei que isto é um delírio do capitalismo tardio, afinal, no mundo, quantas pessoas realmente marcaram a humanidade?

Essa falha é culpa de um sistema que nos coloca para baixo, pois é assim que ele funciona, com pouca esperança – apenas o suficiente para seguirmos em frente na maioria do tempo. Afinal aqui ninguém mama nas tetas do estado e nem é empreendedor abusando de mão de obra barata.

Tirando o fator sócio-político posso dizer que meus sonhos estão apenas no início, mesmo que eu esteja na metade da minha vida. Se concretizarei uma marca, se meu nome será lembrado além de meus descendentes. Mas como seria interessante ser lembrado?

Ser Alguém - Homem Aranha - Surfista Prateado - Blog Farofeiros

Sabemos que daqui uns anos a idiocracia terá nome, sobrenome e ainda será louvado por seus súditos. Sei de gente que será lembrada por ser mais do mesmo, por ter seguido todos os padrões que lhes foi vendido apenas para se tornar mais um (desculpa, brinks). No final acredito não ter ninguém do meu convívio que marcará o planeta Terra.

Mas e se reduzirmos esse escopo? E se começarmos a falar de ser alguém na vida de uma pessoa. Será que é importante mesmo assim marcar o mundo? Será que levar aquela garota no cinema para ver um filme que só você e ela querem ver, não é importante? Será que falar para aquela pessoa especial ficar para o final da festa não vale a pena? Será que tentar de novo não é o ideal? Será que não é importante deixar palavras nas entrelinhas deste texto? E se lembrar de uma noite mais de dez anos depois, não é marcante?

Tudo pode variar, para mim ou para você. Mas o importante é ser alguém para as pessoas que você se importa. Mesmo que seja à distância, mesmo que seja por e-mail, mesmo que ninguém leia meu blog. O importante é fazer.

Pensamento do Dia

Pensamento - Gilles Deleuze - Blog Farofeiros

A cabeça tá no lugar, só não sei onde quando penso no Berrante do Apocalipse.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.