Categorias
Besteirol

Superman Brasileiro

O Superman Brasileiro não é kryptoniano obviamente.

Figuras folclóricas o Brasil tem várias, mas as vezes a apropriação cultural vai longe demais e a vergonha alheia se aposenta. É o caso do Superman Brasileiro, o próximo candidato político à qualquer coisa no Paraná.

Graças à uma investigação do senador Jean Paul Prates (PT-RN) sobre as organizações que o tal reverendo Amilton Gomes dizia representar chegou-se ao nome de Aldebaran Von Holleben, advogado de Ponta Grossa e presidente da UNMIR (United Nations Mission of International Relations ou Missão de Relações Internacionais das Nações Unidas) que não tem nada a ver com a ONU apesar do nome (e do logo tipo).

A colocação do senador Jean Paul foi para apontar as “boas intenções” da SENAH, que estaria mediando “humanitariamente” a compra de vacinas contra o COVID-19. Esta organização do reverendo Amilton teria relações com a de Aldebaran que queria sem a ONU – mas não é. O senador chegou inclusive a indagar quanto a saúde mental deste já que ele reivindica ser o Superman Brasileiro.

Pois é.

Sincronicidade

Superman Brasileiro - 01 - Blog Farofeiros

Tudo gira em torno de uma foto QUE MEU ADVOGADO ME PROIBIU DE REPRODUZIR onde Aldebaran criança está num cabalo de carrossel usando o tênis do Superman e uniforme do Flamengo com uma caveira ao fundo. Pela descrição esperava algo macabro, algo absurdo, mas não, é só uma foto de criança num parque mesmo. Sua curiosidade não será recompensada se correr atrás dela (e eu recomendo que não corra).

A sincronicidade dessa foto se encontra com o fato de Christopher Reeve, um dos atores que interpretou o Superman nos cinemas, e ficou tetraplégico ao cair de um cavalo. A prova seria a caveira que, segundo ele, é o símbolo do renascimento (?!).

Segue trecho do processo que moveu contra a Warner Bros, mantive os erros de grafia originais em nome do conservadorismo.

Defende que é o Superman no Brasil e que, caso a requerida Warner “queira colocar outro brasileiro em filme da Superman”, irá apresentar embargos, pois adquiriu eventuais direitos com o acidente e morte do ator Christopher Reeve.

Uma foto que ele tirou com um junto à um leão de brinquedo também teria sido responsável pelo campeonato mundial do Flamengo.

No que se refere ao requerido Clube de Regatas Flamengo, assevera que este precisa entender que o autor foi “mais rápido que o superman (C.Reeve)” e que as fotos provam que o autor conquistou “um título para o flamengo”.

Sim, tudo isso em um processo só, e não é só…

Destaca que a notificação judicial possui finalidade meramente informativa, para que os requeridos tomem conhecimento das fotografias e analisem a sua capacidade comercial, para que o autor não seja acusado de “traição pelo superman ou pelo flamengo quando puder vender as fotos para a concorrência”. Ainda, se isso não bastasse, pleiteia que a Warner Bros reconheça que, no Brasil, o superman é o requerente e o Flamengo “reconheça, declare e divulgue, que o requerente conquistou o equivalente a um campeonato mundial para o flamengo, em virtude da sincronicidade nas fotos em questão”.

O processo não andou graças à juíza Erika Watanabe que concluiu o seguinte:

Não existe nos autos qualquer elemento capaz de demonstrar a necessidade e utilidade do provimento jurisdicional ambicionado, que tão somente tumultua a atividade jurisdicional. Ante o exposto, com fulcro nos artigos 330, I e 1ºm incisos I e III c/c 485, incisos I e VI, todos do Código de Processo Civil, indefiro a petição inicial e julgo extinto o feito, sem resolução do mérito.

Mas acha que a saga do kryptoniano tupiniquim acabou aqui? Está muuuuuuuito enganado.

Para o baixo e avante

Superman Brasileiro - 02 - Blog Farofeiros

O não-Superman Brasileiro, advogado e presidente de uma organização bem suspeita também é escritor e desejou produzir um gibi com sua história! De sua autoria estão títulos sobre “literatura rock”, “registros históricos” e até “teologia e política” para tentar fazer com que o Apocalipse bíblico não ocorra aparentemente. Não, não li nada, estou julgando estes “livros” pela capa mesmo.

Seu gibi, que contrataria uma roterista, para utilizar seu “material para documentário sobre a solução da maldição de superman”. Ainda diz acreditar estar diante de um grande sucesso comercial. Risos.

Figuras caricatas existem em todos os lugares em todas as culturas, porém ocupar o sistema judiciário e querer alavancar-se midiaticamente com absurdos deste tipo são claros sinais que há mais problemas do que podemos ver. A participação da SENAH com a UNMIR é um exemplo disso, apesar do reverendo Amilton dizer que não era por conta do dinheiro é bem difícil de acreditar em uma organização parceira do Superman Brasileiro que conquistou um título mundial para o Flamengo… Zack Snyder deve ter ficado com inveja da trama.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.