Categorias
Games

Star Wars – The Old Republic – Mamãe eu sou um Sith!

Minha vida em MMOs começou com o trágico Ragnarok Online, um jogo parado e mau feito. Mas agora a coisa mudou, pois aviso que “Mamãe eu sou um Sith. Nas mibha historia não se resumem à estes dois games.

Aí fui para o World of Warcraft e abriu meus olhos para o que realmente é um MMO, estou meio afastado e não gostei da próxima expansão, Mists of Pandaria, mas continuo me considerando um jogador… mesmo acontecendo coisas como esta.

Baixei e joguei outros: City of Heroes, DC Online e até o finado Star Wars Galaxies (que era bem chatinho). Mesmo com a vida atribulara demais eu decidi começar um novo jogo, mesmo por que tem tudo para ser algo foda, então comprei Star Wars – The Old Republic… Quer dizer, uma amiga comprou para mim, junto com um Yoda praticamente de tamanho natural.

Valeu por sustentar meu vício Mel! 🙂

Star Wars: The Old Republico - Mamãe eu sou um Sith - Blog Farofeiros

Eu já tinha tudo planejado antes de criar o personagem; inicialmente eu queria um clone do Darth Vader. Assim como todo mundo (tirando os que fizeram clones de Darth Maul) e é uma classe de tank praticamente. Conversando com meus amiguinhos de joguinhos onlinezinhos foi dito que havia uma certa ausência de healer, ou curandeiro,   ou macumbeiro…

Pesquisei um pouco e tomei a decisão: sou um Sith Inquisitor Sorcerer From Hell do Capeta. Não sei explicar o por que mas sempre continuo com o mesmo personagem que começo nesses jogos (mesmo colocando 25 pontos de força…err…). Pode ter certeza que ele será o de level mais avançado, mais dinheiro e com equipamentos melhores nesta minha nova vida online. Mamãe eu sou um Sith de verdade agora!

Star Wars: The Old Republico - Mamãe eu sou um Sith - Blog Farofeiros

Algo interessante é que a Bioware incentiva a criação de diversos personagens, afinal, cada classe de cada lado da batalha entre República e Império tem sua história contada em quests, flashpoints, batalhas estelares. O jogo já ganhou 10.000 pontos comigo pela parte espacial, assim que você obtém sua nave (por meio de quests). Você pode sair voando e dando uns tiros nos safados dos republicanos… pegar minha Fury e sair no pew pew kabum é muito legal!

O jogo podia ser maçante, mas não é, votando a falar na história: não é algo rápido. Mas se você gosta de Star Wars você VAI querer saber os detalhes… realmente gostei da brincadeira.

Star Wars: The Old Republico - Mamãe eu sou um Sith - Blog Farofeiros

Jogar como healer não é tão complicado como pensei, normalmente nossos grupos não tem gente suficiente. Fazer os flashpoints com três jogadores (em TOR o máximo são quatro integrantes por grupo) é meio complicado. Ainda mais contando comigo como healer. Mas conseguimos algumas façanhas como terminar um flashpoint do mesmo level que o nosso. Normalmente quem morre sou eu, já que eu esqueço de me curar.

Aí o DPS começa a curar e o tank começa a fazer DPS e tankar… Graças às companions, ou não…

Tudo muito divertido… Quando eu chegar no level máximo, conhecido popularmente como Level 50, volto com outro post… juro! Mas só depois de ver a nova temporada do desenho dos Vingadores.

Por Rockerz

Pai. Marido. Gamer. Colecionador. Desenha, pinta, escreve e bebe. Hippie que resolve tudo.

Depois de tentar escrever a sério viu que a vida é uma piada e largou a mão da mídia tradicional para virar um comunista que só lê gibis de super herói norte americano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.