Categorias
Notícias

Rocking with Old Games

Cresci jogando videogames.

River Ráide era disparado o meu jogo favorito para Atari… até que em um belo dia eu e meu irmão fomos presenteados com o fantástico Dynavision II… cópia deslavada do Nintendinho!!! Depois veio o meu amado, idolatrado, salve salve Super Nintendo.

Aí veio o pobre Ultra Nintendo 64…. e depois o meu bom amigo Game Cube. Eu sou um nintendista inveterado. Aliás, boa parte do povo que conheço é também… poucos moribundos insistem em citarem Sonic, o finado mascote da Sega… bom, mas não é esse o ponto onde quero chegar.

Fora isso tive dois Game Boy Color, tenho ainda dois modelos de Game Boy Advance e um Nintendo DS tijolo tunado!

Quero deixar claro que tenho praticamente 30 anos… inventei de casar, acabei com minhas poucas economias. Aí eu inventei de me separar… e… bem… ainda estou sem um console de nova geração… que já tá ficando velha também.

A idade, a burrice e a falta de tempo me transformaram de um jogador de consoles doido de paixão por qualquer coisa da Nintendo , em um jogador casual de consoles! Jogo bastante World Of Warcraft mas não é a mesma coisa de quando eu só tinha a lição de casa e a escola como obrigações em minha vidinha.

Somando tudo isso, só posso chegar a uma conclusão: sou um retro gamer!

Só sei falar bem de jogos velhos ou jogos que imitam jogos velhos. Tenho birra de qualquer coisa da Sega e tenho nojo da Sony. Ouvi mil vezes o boato do tal console que rodaria qualquer cartucho (isso mesmo, não CD ou, muito menos, DVD). Joguei o famoso jogo pornô para Atari, o X-MAN. Participei de um campeonato de Super Mario Bros… o primeiro mesmo! Procurei e não achei um jogo pirata que misturava Mario Bros com Street Fighter.

Putz… acho que me perdi no meio da história pra variar… mas… tô velho… e é isso que os velhos fazem não?

Por Rodrigo Castro

Debochado e inconveniente.

Pai. Marido. Videogameiro. Gibizeiro. Colecionador. Desenha, pinta o sete, escreve e bebe as vezes.

11 respostas em “Rocking with Old Games”

@Prince-sama
Um foi rouba, o outro vendido… ambos mortos.. coitados!

@Omega
Fala sério, aquilo é uma porcaria… aliás, a MTV toda tá um saco… hm.. o 15 minutos até q é legal. Uia! Isso renderia um post!

@Omega
O VMB foi um saco… Só as “bandas” emos (lixo) ganharam alguma coisa ali, e eu seco pra ver o Bloc Party ao vivo e os caras vão lá e fazem o Playback mais tosco que eu já vi na minha vida (enquanto todo mundo tocou ao vivo).

@Rockerz
Realmente o 15 minutos é o único que presta, mas terça agora tem a volta do Hermes e Renato, que é foda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.