Punho de Ferro do Netflix

Punho de Ferro do Netflix: as artes marciais do universo Marvel

Escrito por | Séries

A primeira temporada do Punho de Ferro do Netflix conta a história de um trágico acidente de avião no Himalaia onde o jovem Daniel Rand perdeu seus pais mas foi encontrado por monges guerreiros da mítica cidade K’un-lun, uma das Sete Capitais do Céu. A cidade abrigou Daniel até se recuperar e o adotou como cidadão, mas por um preço. O jovem teve que ser treinado pelo monastério em diversas artes marciais no decorrer dos anos, dor, sangue e suor lhe garantiram o direito de lutar o dragão Shou-Lao pelo Punho de Ferro, arma suprema da cidade para protege-la de invasores.

Mas um belo dia Danny Rand resolve largar seu posto de protetor da entrada de K’un-lun e reaver a empresa de seu pai. Este é .

O Punho de Ferro do Netflix

A história da temporada toda gira em torno da volta de Danny Rand dos mortos e sua busca pelo tempo perdido longe dos amigos íntimos da família Weachum. Harold é declarado morto, apesar de não estar graças à um acordo com Madame Gao para servir o Tentáculo.

Joy e Ward administram a empresa como podem e nestes anos de ausência, tanto de Danny como de Harold, até que fizeram um bom serviço do ponto de vista empresarial. Mas Ward, que nos quadrinhos é irmão de Harold, era extremamente manipulado por seu pai na surdina, este por sua vez era manipulado pelo Tentáculo para agir em favor da organização e de sua crescente operação de tráfico de drogas.

Com a chegada de Danny como Arma Imortal e Destruidor do Tentáculo Harold começa a manipula-lo para que ele o desvencilhe dos laços com a organização criminosa.

O Punho de Ferro é cobiçado por muitos, inclusive facções dentro do Tentáculo. Madame Gao vê tal possibilidade e manipula o quanto pode o herói forçando inclusive a entrar em um pseudo torneio para salvar a vida de uma refém. Ela é a grande vilã desta temporada e deixa claro que esta curiosa para ver o que está para acontecer com o surgimento do demônico da Cozinha do Inferno, do homem com a pele impenetrável e com este Punho de Ferro renegado.

É claro que o plano de Harold de matar a família Rand para dominar a empresa é descoberto por Danny e para ajudar um outro cidadão de K’un-lun surge: Davos também treinou para ser o Punho de Ferro mas não conseguiu a honra de enfrentar Shou-Lao antes de Danny que acabou vencendo o embate.

Com Harold morto (de novo), Madame Gao recruta Davos para o futuro. Quem sabe se haverá uma segunda temporada.

Punho de Ferro do Netflix - Vilões na série e nos quadrinhos: Madame Gao e Davos

Diferente dos quadrinhos

Quem fala que Punho de Ferro do Netflix pecou pela falta da parte mística simplesmente não conhece o personagem ou apenas leu a página na Wikipedia para escrever sobre ele e quando viu algo diferente na série achou ruim. A série é sobre o Punho de Ferro, detentor de poderes místicos mas de porrada… não era para ser uma série mística mesmo, era para ser uma série de artes marciais! 

Estranho ainda quem cobra algo a mais do personagem que sequer possui um gibi próprio na Marvel Comics e teve sua maior participação em uma grande saga apenas em Vingadores Vs. X-Men, Ah, ele voltou a dividir um título mensal com Luke Cage recentemente nos EUA e também existe histórias atuais com arcos fechados cheios de porradaria e sangue que ninguém lembra.

O arco mais recente lançado é o Arma Viva que não mostra tanto misticismo nos quadrinhos também, e mesmo assim é elogiadíssima e com certeza meu gibi favorito do herói. O personagem é meio largado mesmo na mitologia Marvel.

A Marvel também parece decidida a não unir o universo cinematográfico e as séries do Netflix, apesar do Incidente de Nova Iorque ser mencionado por cima porta aviões da SHIELD explodindo, dominação tecnológica por um robô que fez uma cidade despencar do céu, guerra civil ou estranhezas de um certo doutor não são mencionados. Nada. Nadinha.

Punho de Ferro do Netflix

O punho funcionou bem

O Danny Rand que vi ainda não é o inconsequente bilionário com consciência social que adoro nos quadrinhos, mas em diversos momentos pude ter uma prova do que ele poderá se tornar.

Madame Gao é um mistério interessante em todas as séries, graças ao Punho de Ferro do Netflix podemos identifica-la como uma versão revitalizada de Mother Crane (desculpe a falta de tradução). Essa personagem dos quadrinhos já governou uma das Sete Capitais do Céu e tem uma rusga pessoal com o Punho de Ferro, além de uma relação íntima com o Serpente de Aço. E certamente este é o gancho para uma segunda temporada se houver e não para Defensores.

Tenho visto diversos sites chamarem a série de Batman Begins do Punho de Ferro, é mesmo apesar do abismo na qualidade que existe entre as duas produções. O Punho de Ferro do Netflix irá mostrar um adulto infantil com muito poder e dinheiro uma hora. E ele ainda será o melhor amigo de um cara com a pele impenetrável.

Punho de Ferro do Netflix

Foi ferro aguentar algumas coisas

O Punho de Ferro do Netflix é bem diferente e bem similar aos quadrinhos, existe uma exigência muito grande colocada na série devido ao grande sucesso de Demolidor mas esquecem que o personagem é bem menos expressivo. 

Realmente não dá para comparar a história e a lenda de um e outro, por que então querem que as séries tenham o mesmo impacto? Mas não, não é só isso o problema.

As locações são terríveis, por vezes achei que vi construções utilizadas em The Walking Dead, mas menos caracterizadas quando não filmado nas ruas de Nova Iorque. As cenas na China então são quase cômicas pois nada chinês pode ser identificado quando chegam ao local.

Achei engraçado uma lata de tíner na China ter sido importada dos EUA.

Já que a série é sobre artes marciais, sim existem muitas de pancadaria memoráveis mas existe um outro tanto que beiram o ridículo já que não posso avaliar a técnica, apenas o visual. Algumas das coreografias pareciam ter sido elaboradas por mim, para ser sincero, não tenho experiência alguma com artes marciais, mal fiz karatê na pré-escola.

Mas sabe uma luta feia? Pois é.

Punho de Ferro do Netflix - Dany junto dos Meachum

Personagens irritantes

Clarie Temple me irritou. É sério. Além de vela oficial do Punho de Ferro do Netflix, ela foi uma personagem chata que foi enfiada de qualquer jeito no roteiro. Colocar fogo em um botijão de gás e ficar esperando o que acontece em seguida foi o ápice da personagem. Ela só serve para emprestar o carro e dar uma camiseta furada do Luke Cage para o Danny.

A introdução de Bakuto me pareceu uma boa idéia má aproveitada, no final não fez diferença nenhuma seu surgimento. Nos quadrinhos ele é um personagem bem irrelevante que opera da mesma forma, recruta órfãos para o Tentáculo.

A descaracterização de Colleen Wing me irritou, só valeu a pena nas lutas sem sentido que ela trava em um vale tudo atrás de dinheiro. Lá ela usa o traje branco e até o nome Filha do Dragão. E só.

Os produtores avisaram que gostariam de colocar dragões por todos os lados e um vislumbre de K’un-Lun, mas as limitações orçamentárias impediram que tivéssemos algo parecido com um Game of Thrones com artes marciais.

Mas com certeza a pior parte da série é Ward Meachum, o ator é ruim, o personagem péssimo e não sei como ainda deixaram ele vivo.

Punho de Ferro do Netflix - Colleen Wing a Filha do Dragão

O futuro e os Defensores

O Tentáculo é o grande vilão das séries do Netflix, podemos ver sua mão em toda parte. Este será com certeza o motivo para a reunião dos heróis que querem proteger as ruas de Nova Iorque. Já até suspeito que Sigourney Weaver seja a Madame Hidra.

As filmagens da série que reunirá Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro já acabou de ser filmada, segue para a fase de pré produção mas ainda não há data para lançamento infelizmente. Uma segunda temporada de Punho de Ferro do Netflix me parece improvável, mesmo com o surgimento do Serpente de Aço.

No balanço geral os pontos são mais positivos do que negativos, Demolidor ainda é a melhor série do Netflix com a Marvel, seguido de Jessica Jones e Punho de Ferro… a lanterna ficou mesmo com Luke Cage. Doeu demais aqui.

Última alteração: 26/11/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *