Petição pede cancelamento de Far Cry 5

Uma petição pede cancelamento de Far Cry 5

Escrito por | Games, Notícias

Uma petição pede cancelamento de Far Cry 5

Parece que leram meu texto de ontem e não gostaram. Devem ter odiado na verdade pois chegar ao ponto de pedir o cancelamento de Far Cry 5 é um exagero sem tamanho.

Segundo o BleedingCool ainda não foi possível confirmar se é real ou não. Sabemos que essas petições online não servem para nada e do jeito que foi escrito a coisa fica hilária.

A maioria norte americana que consome os produtos da Ubisoft se diz cansada e quer que o jogo mude ou seja cancelado. Ela reclama do assédio dirigido pela grande imprensa pelo Gamergate, e até a rejeição contínua de parceiros românticos quando descobrem que videogames é seu hobby.

Mas não acabou, aí vem as exigências como mudar os vilões. “O Islã está em ascensão na América” e “misturar as raças um pouco para não atingir pessoas brancas exclusivamente” são as justificativas para tirar os caipirias fanáticos religiosos do game. Será que isso justifica o cancelamento de Far Cry 5?

Petição pede cancelamento de Far Cry 5

Ainda não acabou. Tem mais.

Outra ainda pede para alterar as configurações para determinados mercados. A piada segue “Olha, eu entendo que o antiamericanismo joga na França, e eu não estou dizendo para você desistir de lucros potenciais devido a queixas. Não iria querer ser pensado como uma dessas hipócritas feministas, certo?”, finalizando com “Altere a ambientação para o Canadá.”

O final tinha que ser apoteótico: “Nós, os americanos, temos tão poucos jogos para chamarmos os nossos, e estamos cansados (???) de perdê-los com as besteiras multiculturais.”

É mal escrito, é absurdo, é engraçado mas é bem parecido com muitos discursos políticos extremistas que vemos pelo mundo todo hoje em dia.

Sim, tudo isso pode ser uma bela piada. Consegui rir algumas vezes lendo o texto completo, mas do jeito que o mundo está pedir o cancelamento de Far Cry 5 dessa forma é algo verídico demais.

Veja mais...

Última alteração: 26 de abril de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.