Categorias
Opinião

A origem da Carazi

Descubra as possíveis origens da Carazi e outras informações importantes da entidade.

Farofeiros, farofeires e farofeiras, mais uma vez preciso lhes contar a verdade e mostrar o que está por de trás de algumas facetas da sociedade moderna. A Carazi é um ser que tomou o mundo de assalto nos últimos anos pois há cada vez mais relatos da figura ao redor do mundo.

Não se sabe sua origem exata, porém há uma explicação que liga a entidade a Plutão (ou Hades), o deus grego do submundo (ou inferno). A Carazi seria uma das sombras que conseguiriam fugir do submundo, mas por um curto tempo, por isso ela se manifesta nas sombras mais escuras e apenas a noite. Mas esta fuga não poderia sair sem um custo, e a moeda de pagamento seriam outras almas.

Carazi - www.farofeiros.com.br

É incerto se a entidade seria uma cria de Nyx, uma sombra invocada por um ritual Papyri Graecae Magicae de Nox Lemuria. Neste caso a entidade já teria sido humana mas não reencarnou por algum motivo e serve o submundo ou a si mesmo. Há muito o que se pagar, usar a balsa do Caronte tantas vezes não é algo que um simples mortal desencarnado poderia pagar.

O interesse da entidade em pegar as almas para si é um mistério. Por que uma sombra colheria tantas almas e tanto medo dos humanos por tanto tempo?

Outro fato a ser confirmado é no conto O Gato Preto, de Edgar Allan Poe, onde o gato tem o nome Pluto por ser tratar de uma criatura grande e toda negra, sem mencionar sua sagacidade. O gato, por vezes, age como a Carazi. O autor faleceu de maneira trágica em 1849 e suas últimas palavras teriam sido “Senhor, por favor, ajude minha pobre alma“.

Em histórias mais modernas vê-se a presença da entidade influenciando uma criança de 11 anos chamada Venetia Phair em 1930 afim de homenagear Plutão batizando um planeta com seu nome. As cinco libras ganhas de seu avô seriam o preço para uma passagem livre pelo Caronte. Venetia faleceu em 2009.

Carazi - www.farofeiros.com.br

Hoje a entidade é uma constante em diversos contos noturnos com desaparecimentos, violência e morte. A figura é constantemente vista como uma silhueta mais escura que as sombras, além de olhos sem íris em lugares que não deveria haver nada. Os que não a veem, ou acreditam ser apenas uma ilusão devido à escuridão são os que mais sofrem ataques.

Sal sempre é uma boa ferramenta para criar um círculo de proteção entorno de sua cama. Apesar de não ser uma garantia de proteção absoluta é uma das poucas que temos contra às más intenções da entidade. Boa sorte.

Para causos de verdade, sem a minha bobajada, siga a Véia dos Causos no Twitter que é sucesso seguido de sustos. Leia após à meia-noite, se for capaz.

Pensamento do Dia

Carazi - www.farofeiros.com.br

Toda segunda-feira tem um pensamento e às vezes não sei como se escreve ciptonita.

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.

Uma resposta em “A origem da Carazi”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.