Silvio Santos Presidente

politica-silvio

Nesta árdua época não-eleitoral é necessário lembrar dos Tiriricas e Romários em que votamos. Independente de eles terem surpreendido ou não, foram eleitos pelas suas palhaçadas ou pela sua ginga futebolistica, não por serem políticos. O Enéas foi eleito por ser louco de pedra. O cara do aerotrem foi eleito pelo aerotrem.

No longinquou ano de 1989 houve a eleição presidencial deste país aqui, continuam a chamar ele de Brasil certo? Continuando, o apresentador, empresário e rei dos trolls da floresta interNERDica simplesmente foi candidato pela presidência. O partido era algo estranho PMB – Partido Municipalista Brasileiro, iria lançar como candidato um tal pastor evangélico com a alcunha de Corrêa. Pastor Corrêa. Tanto que as cédulas eleitorais foram impressas com o nome do pastor, Silvio teve que pedir para votarem no Corrêa para que os votos contassem para o dono do Baú.

Silvio Santos queria muito ser presidente.

Enfrentou o Collor para você ter ideia… no final das contas tudo não passou de uma brincadeira já que o PMB possuía diversas pendências no Tribunal Eleitoral, cortando o sonho das massas de ouvir ARAI IRI com a faixa presidencial, direto do Palácio da Alvorada.

Quão diferente são as pessoas que votaram no Tiririca das pessoas que votaram no Silvio Santos para presidente? A história se repete ou essa porcaria sempre foi assim mesmo?

Pensamento do Dia: “Não é que eu não sei usar códigos e o WordPress, eu só não me importo em fazê-lo pois há quem o faça por mim. Mais trinta chibatadas escravo!”, eu realmente adoro a contemporaneidade do que faço.

Veja também


OsChefe

Uma mente e um bigode brilhantes em uma mar de falta de luz, simplesmente superior.


Comente:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados com *