Categorias
Besteirol

The Wario Rap

The Wario Rap? Yeap!

Wario me representa e The Wario Rap mostra isso do fundo do meu coraçãozinho rancoroso.

Queria mesmo ser o Wario quando crescesse de deixasse de ser um monitor de computador de fósforo de luz verde e sem propósito na vida. Eu queria cantar um rap para zoar o Super Mario e seria legal com meu nariz e bigode gigantes. Mas aí o Random Encounters foi lá e fez um vídeo melhor do que a vida que imaginei e cati ripal. É doido quando algo assim te representa bem desse jeito e tudo o que eu queria era ser um personagem porcalhão que as vezes é legal e ganha dinheiro com jogos. É pedir demais para que minha vida seja igual Wario Ware?

Acho que preciso mesmo é deixar a vida me levar para um local onde eu me descubra o cara mais fodidão do mundo e comece a destruir tudo apenas por diversão ou luxo. Ver o caos e administra-lo é difícil, então acho que só vou ficar olhar o mundo pegar jogo enquanto como pizza gelada da sexta-feira passada pois estou com preguiça de sair dessa cadeira. Não tomo banho faz três dias e a empregada pediu demissão pois não aguenta mais me dar banho igual ao do Cascão da turma da Mônica, com aspirador de pó.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.

4 respostas em “The Wario Rap”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.