Categorias
Notícias Séries

O desespero de Constantine e a vitória de Lúcifer

Desde que a série Constantine, baseada nas histórias de Hellblazer da linha Vertigo da DC, fiquei animado… confirmaram que o personagem seria um fumante, que seria teria um tom bem sombrio… quando assisti eu gostei, mas não achei que era o Hellblazer, estava mais para o Constantine relançado dentro do novo universo DC apresentado com o Novos 52. Alguns episódios até foram bacanas mas hoje se você me perguntar qual foi meu favorito eu nem vou saber dizer, realmente não me marcou.

Os efeitos especiais de Constantine eram interessantes, mais bem feitos do que Once Upon A Time por exemplo… que é uma bosta mas faz sucesso. A história não seguia muito a do gibi… podemos dizer que foi apenas inspirada, as mudanças de mídia impedem algumas coisas, mas ficou fraco. Alan Moore enfartaria se assistisse a isso… se ele tivesse uma TV… Logo a série deve ter agradado à produção e aos fãs mais novos do detetive macumbeiro… os fãs antigos como eu torceram o bico. Sabe o filme do Constantine? Aquele com o Keanu Reeves… pois é, ele é um filme que eu gosto, mas não é Hellblazer… nem a série é… O erro não é de quem tenta produzir, o erro é de quem dá autorização… afinal acabam querendo tornar pop, algo que nem todo mundo que lê gibi gosta! Nada de seres bandeirosos nascidos em outros planetas, estamos falando de anjos querendo beber sangue de fetos para se sentirem vivos.

Solução? Agradar quem já é zoado… fãs de Arrow que me desculpem mas a série é ruim e cospe na cara de quem já ousou gostar do Arqueiro Verde nos quadrinhos… e foi atrás dele que o protagonista de Arrow, o ator Stephen Amell, declarou recentemente que gostaria de ver seu atirador de flechas encontrar Constantine… Tal conversa teria acontecido entre ele e a DC, mas não entre os canais que produzem os personagens. Tal participação faria afundar de vez a série da Vertigo na lama… ainda bem que foi cancelada pela NBC antes disso acontecer! A produção procura uma nova casa… mas quem vai dar dinheiro para uma segunda temporada de uma série que ninguém gostou?

Em compensação outro personagem Vertigo, criado por Neil Gaiman mas modificado até pelo zelador da DC, falo do controverso Lúcifer… controverso pois eu ainda que a Fox queira colocar o nome do capeta em sua grade de programação sem ser inundado por manifestantes das religiões mais estúpidas do mundo. Só me interessei pela série agora que até o criador do personagem viu o piloto e falou que algumas pessoas irão se interessar por ela… mas não disse que ele gostou! A sinopse deixa clara a impressão de que será um ser paranormal investigando assassinatos… mesmo que ele tenha causado diversos nos últimos dez bilhões de anos agora ele quer brincar de detetive… Lúcifer em minha opinião é o tipo de gibi que nunca poderia ir para a TV pela quantidade de viagens que ele faz a outros mundos, principalmente o Inferno, aquele lugar bem quentinho que o Constantine morre de medo de ir.

Achei engraçado também a evolução capilar do personagem… concebido ruivo, ficou loiro e ao mudar para TV ficou moreno e com a cara do pai do Tony Stark… pelo visto está tudo conectado mesmo.

Lúcifer tem estreia confirmada para 2016. Pois é, nem o capeta perdoaram… pelo menos ainda teremos Arquivo X, não teremos?

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.

2 respostas em “O desespero de Constantine e a vitória de Lúcifer”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.