Categorias
Games

Mario Kart Double Dash é porrada pra todo lado

Ganhei uma arma de presente de Natal da minha mãe: Mario Kart Double Dash para Game Cube. Por que uma arma??? Não tem outro jogo mais fácil de você arrumar briga do que ele!!! Também é ótimo para acabar com amizades e desfazer relacionamentos.

Você ultrapassa, trapaceia, toma porrada, derrapa, trapaceia de novo, fica na última colocação, trapaceia de novo, passa por cima de todos os seus amigos, explode e bate nos outros… E você ainda pode perder a corrida. Ah, isso no modo de corrida normal, no battle a coisa feia se transforma em um verdadeiro duelo de honra, era porrada mesmo! E este é o clima de todo Mario Kart Double Dash.

O modo com dois personagens no mesmo kart altera um pouco a jogabilidade, mas não muito. No final não é nada realmente interessante. Senti muita falta, mas muita falta MESMO, das mecânicas de pulo e de segurar itens atrás do kart.

O gráfico nem preciso discutir, tá show de bola… Até preto e branco fica bom (é que a TV da casa de praia dos farofeiros é muito velha pro meu Cubo). Na minha opinião uma modo bem desnecessário implementado em Mario Kart Double Dash, poderiam ter inventado alguma coisa melhor. Sei lá, inovado mais.

Em suma este Mario Kart para GameCube faz uma festa virar um festão rapidinho, como a maiorai dos jogos da Nintendo. Mas não espere arrumar amigos, principalmente se você jogou com Baby Luigi soltando seu Chomp Chomp Gigante ou o Wario com suas bombas gigantes.

Assistir A Liga Extraordinária no final da última jogatina aqui em casa não ajudou.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.