Categorias
Games Notícias

Lembra de Battle Chasers? Pois vai sair o jogo…

Você conhece Battle Chasers? Sabe do que se trata e de toda a sua história? Não vou lhe contar detalhes da trama, mas sim de seu criador, o lendário desenhista Joe Madureira que foi um dos precursores à colocar elementos de mangá nos traços dos comics americanos. Fez muito, mas muito sucesso mesmo na Marvel, foi copiado e como todo bom desenhista saiu da editora mãe para lançar seu projeto próprio na Image Comics sob o selo Cliffhanger e jogar videogames… é, o cara desenha gibis e curte desenvolvimento de games também.

O título mais conhecido que Joe Madureira trabalhou foi Darksiders, ele desenvolveu todo o visual invocado do jogo… mas foi só, agora sua criação sai finalmente dos quadrinhos. Lançado em 1998 Battle Chasers vai finalmente ganhar seu jogo com todo o visual exagerado que seu criador vislumbrou à quase duas décadas atrás. Duas décadas depois de ter largado a Marvel o cara finalmente consegue lançar seu jogo. Isso que é persistência.

O game se inspira no estilo de JRPGs antigos com lutas por turnos e quebra-cabeças no meio do mapa. Não me pareceu ser uma grande produção e nem ser algo que levou praticamente vinte anos para ser produzido… é o tipo de jogo que lançam para o console, neste caso o PS4, mas deveria sair para smartphones. E fique tranquilo, o visual é fiel aos traços de seu criador.

A previsão de lançamento de Battle Chasers: NightWar é 2017 mas nada está certo já que o trailer saiu sem alarde pela Playstation da União Européia… me pareceu muito visual para pouco conteúdo. Não estou sendo pessimista mas não dá para achar que durante quase vinte anos Joe Madureira trabalhou nisso e “só” ficou desse jeito.

Jogarei quando vier de graça na PSN, se não, não jogarei.

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.