Categorias
Livros

Belas Maldições

Análise do livro Belas Maldições de Neil Gaiman e Terry Pratchett

Tenho muita dificuldade em falar de algo que gosto muito, é difícil criticar e até achar seus defeitos e Belas Maldições é um desses casos. Sim, este texto é de um fã.

O livro conta a história o fim do mundo, profetizado séculos antes de seu acontecimento com crianças que são os cavaleiros do apocalipse, além de um anjo e um demônio acomodados com a situação atual. Para quê alguém gostaria de ver o mundo acabar e um ou outro lado massacrar o outro?

Em 2019 o Amazon Prime transformará o livro em uma minissérie, veja o trailer abaixo.

O livro combina mente inventiva do best-seller Terry Pratchett além de Neil Gaiman criador de diversos quadrinhos renomados, como Sandman. A quatro mãos os autores nos trazem uma versão do apocalipse bíblico bem interessante, com as belas e precisas profecias de Agnes Nutter, bruxa.

Humor, ação, humor, divertimento, humor, criaturas demoníacas, humor, anjos, um cão e até uma participação especial de Deus (ou pelo menos um deus). Se você é fã de Terry Pratchett você vai amar a história pois vemos a assinatura do autor em cada página com seu humor e cuidado com os personagens. Se você é fã de Neil Gaiman você vai pode gostar deste livro, porém, é preciso entender o cunho humorístico e sua distância de um mundo fantástico.

Não mencionarei spoilers, mas confesso ter dificuldade nisto… Mas pelo menos tenho que avisar que existe um cachorro chamado Cão na história.

Compre Belas Maldições com preço especial e frete grátis!

Terry Pratchett - Discworld - Blog Farofeiros

As piadas e situações foram tão bem elaboradas que é impossível não se divertir com os protagonistas Terry e Neil… ops, Aziraphale (que poderia ter sido traduzido como Azirafiel) e Crowley (que não tem como traduzir na minha opinião). Não consigo não associar os autores aos personagens, mas isso pode ser apenas algo meu. É claro que quero ser o Crowley quando crescer e provavelmente descer ao inferno e me tornar um demônio. Rock’n Roll na veia, humor ácido e um punhado de malícia são traços extremamente sedutores do personagem.

A batalha entre o céu e inferno sendo decidida “diplomaticamente” por membros de cada lado com extremo desinteresse no fim de tudo é algo que não vemos todos os dias. Provavelmente deve ofender alguns religiosos e conservadores que talvez desejem o fim de tudo, mas isso é outro assunto.

O livro conta com a participação especial de um um personagem muito conhecido e querido do Discworld, o famoso MORTE está presente lá com sua voz em caixa alta. Esse detalhe é um presente para os fãs de Pratchett com certeza.

Começa a surgir o elenco da série de Belas Maldições - Belas Maldições irá para a TV

A música também é uma constante no livro, sempre há espaço para uma trilha sonora clássica colocada no momento certo…

Um detalhe que também acho interessante é o símbolo do livro: uma ampulheta com asas de morcego. Me vejo em um futuro próximo tatuando isto em algum lugar do meu corpo facilmente… Este é sem dúvida um dos meus livros favoritos e reunir dois dos meus autores favoritos também é um deleite para mim.

Belas Maldições – As Belas e Precisas Profecias de Agnes Nutter, Bruxa é provavelmente meu livro favorito de todos os tempos. Inclusive minha cópia do livro é autografada pelo Sr. Gaiman (hehehe, yes!) de sua segunda visita ao Brasil e é um dos que recomendo – pelo menos para aqueles que tiverem coragem.

A série de Belas Maldições promete o mesmo sucesso de Deuses Americanos, outro ótimo romance de Neil Gaiman que você precisa conferir (tanto a série como o livro). Apesar das discrepâncias e problemas vale a penas dar uma conferida.

Mas enquanto não lança você pode conferir o filme do Doutor Estranho de 1978.

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.