O salário da Mulher Maravilha

A sexualidade da Mulher Maravilha

Escrito por | Quadrinhos


Veja bem, você caro leitor, que sabe que a Mulher Maravilha veio de uma civilização só de mulheres acredita mesmo que as mulheres da ilha não se relacionam entre elas? Confesso estar chocado com o choque do seu choque! Já vimos Diana se relacionando com Batman e até recentemente com Superman (ou pelo menos um determinado Superman), mas isso é o que vemos da vida adulta da moça e recente, suas origens até a saída de sua ilha natal não são tão detalhadas mas seria assim surpreendente mesmo se uma princesa se relacionasse com outras garotas de seu reino?

Diferente do que outros sites e blogs tem postado não acredito que a Mulher Maravilha seja gay, ela é bissexual e parece bem feliz com isso. Ninguém a vê reclamando do Superman que ela pegava ser um babaca ou do Batman ser frio, tão pouco que ela esteja com saudades dos seios de uma amante antiga.

A sexualidade da Mulher Maravilha

Veja bem, o importante dessa história não é só pela heroína ser bissexual, mas ser independente e bem resolvida. Ela sabe o que quer, sabe o que gosta e na hora que quer procura o que precisa sem lamuriosas ou até românticas aventuras atrás do amor perfeito para a garota perfeita. Não a Mulher Maravilha não precisa disso e na minha opinião este é o melhor exemplo que pode dar para qualquer garota independente de sua orientação sexual.

Também não é preciso levantar uma bandeira toda hora para defender uma minoria ou atestar uma orientação, se ela é uma super heroína para todos a única bandeira que ela vai levantar é a de que precisa proteger os oprimidos, independente de quem sejam… e esta é uma bela mitologia para a DC continuar a propagar.

O rebuliço começou com o escritor Greg Rucka dando uma entrevista sobre o assunto, veja a declaração do autor.

(…) uma Amazona não olha para outra Amazona e diz “Você é gay.” Elas não fazem isso pois o conceito não existe. Agora, estamos falando que Diana esteve apaixonada e esteve em um relacionamento com outras mulheres? Como Nicola (Scott, outro escritor) e eu abordamos isso, a resposta é obviamente sim.

E isso precisa ser sim por diversas razões. Mas talvez a mais importante delas é que ela não largou o paraíso só por conta de um potencial relacionamento romântico com Steve (Trevor). E isso diminuiria a personagem, isso tiraria todo o heroísmo dela.

Como sou um recente pai de menina e tenho comprado compulsivamente gibis que mostram mulheres fortes como protagonistas eu confesso que fico feliz em ouvir um autor com essa preocupação. Para a entrevista completa clique neste link e se deleite com a visão promissora do autor com relação a sexualidade da Mulher Maravilha e seu futuro no universo DC.

Só faço um adendo criticando o site Omelete que estampou bem grande em seu post para click baits que a Mulher Maravilha é gay (com “g” maiúsculo), arrumem pessoas melhor preparadas para lidar com algo desse tipo, vocês já ganham muito dinheiro pelos patrocínios e os cliques em seu site, não custa presar um pouco mais pela qualidade quando o assunto é importante.

Veja mais...


Última alteração: 22 de outubro de 2018

2 Responses to :
A sexualidade da Mulher Maravilha

  1. Chewbacca Rebirthado disse:

    Hum… Phil Jimenez já havia tocado nesta tecla anteriormente. Sendo que seria inimaginável fazer algo assim em 2000, com toda a sorte de censura que rola nos bastidores da DC. O próprio George Pérez acho que deixou algo no ar com a Phillipus. Se eles vão usar isso na palavra-que-não-ouso-dizer-o-nome (retcon!!!!!), nada mais é do que reconhecer algo que já está lá desde 1986.
    Sim… ninguém pense que pq o Allan Scott hoje é gay que não rolou muita confusão e censura entre escritores e editores na DC em tempos anteriores.
    Falando no Pérez… tô juntando os trocadinhos pra comprar o Omnibus da WW dele! 😀

    1. Rockerz disse:

      … quando comprar pode mandar para mim.

      Mas a sexualidade abordada do jeito correto é legal, nem todos os personagens precisam levantar uma bandeira para serem relevantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.