O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros

O fim de The Walking Dead

Escrito por | Destaque, Quadrinhos


É verdade, chegou o fim de The Walking Dead

Achei incrível que tantos boatos e especulações foram confirmados, o fim de The Walking Dead foi decretado sem festas e sem alardes. Na verdade foi de surpresa como grande parte do ocorrido nos quadrinhos desde o início.

É importante dizer que esse fiz está restrito aos quadrinhos, séries e filmes ainda estão por vir como foram previamente anunciados. Ou não.

The Walking Dead #193 é a última edição do quadrinho da Image Comics, inclusive inventaram uma descrição para os costumeiros previews gringos. Para as edições #194 e #195 também foram criadas chamadas, mas era tudo fumaça para não chamar a atenção.

Além da história do quadrinho o autor Robert Kirkman aparece para contar um pouco de sua experiência com sua obra. O porém é que a partir daqui traremos muitos spoilers de tudo o que você pode imaginar. Se você é fã dos quadrinhos muitas surpresas poderão ficar sem graça… Avance por sua conta e risco.

O fim de The Walking Dead

Nunca fui grande fã do quadrinho, mas perto do fim de The Walking Dead eu estava acompanhando melhor. Com uma frequência razoável consegui ficar chocado com o final da série meio que abrupto. Não estou reclamando da qualidade, estou falando que não vemos nada chegar ao fim de forma sorrateira como foi esse gibi.

Nas edições anteriores vimos de tudo. Rick Grimes morto, Rick Grimes andando mesmo morto e Carl atirando nele. E este foi o último episódio daquela época. Aproveito para avisar que apesar de trazer a transcrição de boa parte da história não trago todos os detalhes, alguns são importantes que você veja com seus próprios olhos. Acredite, vai valer a pena.

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros

Não sei dizer quanto tempo passou, imagino que uns 15 anos desde a morte de Rick e o mundo é outro. A edição final de The Walking Dead se passa no futuro, onde todos os planos deram certo. Sim, vemos os EUA tentando unir suas costas com uma nova ferrovia, tudo bem no estilo faroeste. Cavalos, trabalhos manuais e pequenas cidades construídas de madeira.

Uma cena corriqueira inicia o gibi, Carl, de barba e mais velho, matando um walker com uma espada. A trama se desenrola toda sobre esta cena mostrando que o mundo não é mais o mesmo. Não há mais walkers por aí, alguns nem se lembram mais como era o mundo cheio de mortos vivos andando atrás de carne viva.

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros - The Walking Dead #193 - Carl

Acontece que esse walker que foi “morto” tinha dono, Hershel, filho da Maggie com Glen, vive andando na zona protegida com um show dessas monstruosidades. Carl agiu por instinto, para proteger sua esposa Sophia e sua filha Andrea de seis anos.

O morto que anda simplesmente fugiu de sua gaiola e, como Hershel o utiliza como meio de trabalho, vai até o xerife da cidade efetuar uma reclamação contra Carl. Afinal o filho do Rick destruiu propriedade privada e ferramenta de trabalho que, aparentemente, neste novo mundo valem muito dinheiro.

Durante o julgamento a madame presidente Maggie surge e manda a juíza passar o pano bonito para o filho dela. Assim fica decidido que Carl deveria arrumar um novo morto vivo para Hershel ou ser preso. Parece que o mundo pode quase acabar no apocalipse zumbi (aham) que mesmo assim vai ter presidente dando jeitinho para filho.

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros

Sim, o fim de The Walking Dead não é a nova Jerusalém descendo do céu ou um salvador descendo das nuvens com o diabo chorando. É a luta pela sobrevivência do mais justo, independente de quem seja e independente do poder que ele tenha. E ainda dizem que quadrinhos não envolvem política…

Carl anda por um bom caminho encontrando amigos e conhecidos, fazendo entregas enquanto deveria correr atrás do morto vivo para o filho de Maggie. Seu destino é o fronte de construção da ferrovia que ligará as duas costas dos EUA.

Na volta para casa o xerife não tem opção a não ser prendê-lo pois não cumpriu o acordo. Carl é enviado então para a Comunidade Um para ser ouvido pela Juíza Hawthorne da Suprema Corte. Como é uma ação informal não agrega advogados e a sentença da juíza é final e irrevogável.

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros - The Walking Dead #193 - Michonne - Juíza Hawthorne

Ah, esqueci de falar, a juíza é a Michonne.

Carl obviamente abre com um discurso que remete seu pai e o modo como viveu e ele tenta proteger seu legado e sua família. A Juíza acaba concordando com ele e lembrando dizeres de Rick Grimes, aliás, tem uma estátua dele perto do tribunal.

O fim de The Walking Dead mostra que Rick Grimes sabia que se se eles ficassem juntos e fizesse amigos no lugar de inimigos poderiam fazer qualquer coisa, inclusive mudar o mundo. Acontece que, mesmo depois de tanta tragédia e horror, eles conseguiram.

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros - Estátua Rick Grimes

O quadrinho acaba com Carl contando mais uma vez a história de seu pai para a sua filha.

Quem diria que o fim de The Walking Dead seria um bang bang?

Com a palavra Robert Kirkman

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros - The Walking Dead #193 - Carl

O escritor Robert Kirkman tomou para si cinco páginas só de texto explicando para os leitores o motivo do final abrupto. Em resumo Kirkman sempre viu o fim de The Walking Dead perto e com a edição #142 eles estariam perto de fundar a comunidade. Assim ficaria impossível esticar a história até a edição #300.

No lugar de vir com alguma ideia mirabolante o autor preferiu terminar a série da forma como sempre a escreveu, surpreendendo o leitor. O primeiro fim planejado era para ocorrer quando todo o grupo chegou em Alexandria, na edição #72. Mas chegou no número #100 com tanta diversão que simplesmente não queria deixar que a história acabasse.

O fim de The Walking Dead - Blog Farofeiros

Mesmo por que depois dessa edição surgiram personagens e arcos importantes que inspiraram muito o programa de TV. Não haveria Negan, Ezekiel, All Out War, Whisperers… Assim Kirkman diz que não se arrepende em ter estendido a vida da série até esse momento e ter escolhido este final.

Fala ainda que a série foi um sonho que se realizou e que não se sente aliviado com o seu fim, mas sente medo do que está por vir. Apesar da incerteza Kirkman se sente confiante em termina-la agora.

E ele deixa um recado, Negan Vive.

Mas é mesmo o fim de The Walking Dead?

O destino de Rick Grimes em The Walking Dead - Blog Farofeiros

Sinceramente? Como nada é certo no mundo do entretenimento e como Robert Kirkman é realmente bom em guardar segredos nós podemos acreditar que algo pode mudar. Quem sabe uma nova série? Quem sabe uma explicação de onde vieram os malditos mortos andarilhos? Um detalhamento da história do Negan? Neste ponto acho que tudo é possível.

As séries e os filmes são muito influenciados pelos quadrinhos mas não seguem tudo detalhadamente. A mão de Rick que o diga.

E aí, o que achou de tudo isso? Vai xingar muito no Twitter ou elogiar o autor. Comenta aí embaixo antes de ir lá.


Última alteração: 3 de julho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.