Categorias
Games

Enter The Matrix

Conhece Enter The Matrix? Pois está na hora de conhecer mais um joguinho eletrônico aqui pelo seu amigo das baladas mano, certo???

Primeiro: o jogo é legal, ou seja, ele é cheio de defeitos, mas me agradou!!!

Enter The Matrix que conta uma história paralela do filme Matrix Revolutions foca as aventuras do hovercraft Logos da Capitã Niobe, Ghost e Spark. Comparada às outras naves do filme essa é um fusquinha de tão pequena!!!

Não espere revelações que irão mudar alguma informação que os filmes trazem… na verdade a história se foca MUITO nos personagens do jogo. Você escolhe jogar com Niobe ou Ghost (eu já terminei com o Ghost!!!).

Pelo que andei vendo aqui na net o jogo é igual para todas as plataformas… e isso é bom!!! Apesar de que os gráficos do Xbox devem ser um pouco melhores que os das outras plataformas…

A jogabilidade de Enter The Matrix é fácil, você pega a manha nos controles com pouco tempo de jogo!!! E o mais legal de tudo, o Focus, é fácil de se usar. Imagine, três guardas atirando em você, quando você utiliza o Focus (ou Concentração) você consegue desviar de algumas balas (não dá pra fazer igual ao Neo…) e ainda acertar os três guardas antes de uma nova leva de tiros. A maioria dos movimento especiais são inspirados nos movimentos de Trinity, desde saltos, chutes e poses!!!

Em Enter The Matrix você vê caras famosas de Matrix Reloaded como KeyMaker, Merovigian, Persephone, Agentes, Smith e suas várias cópias (não, você não luta com ele, só foge), Sentinelas, Zion, Oráculo, Seraph (que conta a mesma piada pra todo mundo que ele “conhece”).

Também tem um especial que, pelo menos quando se joga com Ghost, é que você enfrenta Trinity… que praticamente só usa contra ataques!!!

Ah… lembrei de um defeito, eles falaram demais que utilizaram os movimentos dos atores do filme que quando acontece um close no CG você vê os defeitos gráficos… tirando isso é um putz jogo!!!

Com licença, mas agora vou tentar terminar com Niobe no Hard!!! Hehehe!!!

Por Rockerz

Pai. Marido. Gamer. Colecionador. Desenha, pinta, escreve e bebe. Hippie que resolve tudo.

Depois de tentar escrever a sério viu que a vida é uma piada e largou a mão da mídia tradicional para virar um comunista que só lê gibis de super herói norte americano.