Categorias
Colunas

VAI FALTAR FEIJÃO COM ARROZ NO PRATO DO BRASILEIRO?

As enchentes, inundações e alagamentos no Rio Grande do Sul impactaram DIRETAMENTE na produção e, principalmente, na logística distribuição dos alimentos no Brasil. Por essa razão, o governo federal adquiriu arroz e está criando mecanismos para facilitar a importação. 

A intenção do governo Lula é clara: minimizar  impacto desse produto no bolso dos brasileiros, já que são os grãos mais consumidos nesse lindo país abençoado por Deus e cheio de problemas ambientais devido aos nossos parlamentares, afinal temos uma dificuldade imensa de votar no legislativo.

Vale um reforço importante de que essa compra feita pelo governo federal seria DESNECESSÁRIA se não fosse um porém: 

Nossos estoques públicos INEXISTEM porque tivemos uma forte política de DESMONTE do Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Durante o governo de Michel Temer (MDB), vulgo VAMPIRÃO, as compras de grãos e outros produtos agrícolas com recursos públicos para garantia de abastecimento em períodos de escassez ou preços acima do normal, foram PARALISADAS. 

Depois de Temer tivemos o Governo de Jair Messias Bolsonaro que, com sua GENIALIDADE, DESATIVOU os armazéns da Conab. 27 armazéns foram VENDIDOS em 2019 e outros 124 foram colocados à venda, mas o processo parou logo após a eleição de Lula.

Aliás, vocês devem lembrar que decidiram VENDER nossos estoques durante a pandemia. Pois é… o Bolsonaro queria que você passasse FOME em caso de eventos climáticos extremos assolando o país ou em caso de graves crises econômicas globais que levassem o preço dos produtos agrícolas. Parabéns pra você que queria reeleger esse estrupício! 

NÃO VAI FALTAR FEIJÃO COM ARROZ NO PRATO DO BRASILEIRO - Blog Farofeiros

FAKE NEWS SOBRE ARROZ

O Leilão para compra do arroz foi realizado no dia 06 de junho, portanto, o Brasil adquiriu os grãos que vão fazer parte do processo de venda subsidiada pela União: sacos de 5 quilos de arroz, com logo do governo e vendidos ao preço máximo de R$ 25.

Mas as fake news – que prefiro chamar de MENTIRAS – começaram há semanas! Textos falando em vírus, bactérias, agrotóxicos e até lombrigas se proliferaram nas redes sociais de forma rápida. Até porque mentiras, como sabemos, viralizam muito mais do que as verdades.

No mais: as lombrigas não vivem em cereais, nem seus ovos sobrevivem nesse tipo de alimento. Não há contaminação dos grãos por vírus ou bactérias, porque todos os produtos importados tem regras de qualidade (não apenas nacionais, mas regras de acordos internacionais) e por isso passam por uma rigorosa avaliação. Toda fiscalização é executada pela Vigilância Agropecuária Internacional com procedimentos fitossanitários BEM RIGIDOS. 

Não passa NADA que esteja contaminado ou tenha qualquer SUSPEITA. 

Ah, claro, vale lembrar: arroz de plástico é o cu de quem tá repassando essa informação. A regra é bem clara: o Brasil importa arroz beneficiado, polido, longo fino do TIPO 1 e da safra 2023 e 2024. Não existe a MENOR chance do Brasil importar ou deixar passar qualquer coisa sintética. Aliás se isso acontecer vai dar uma treta danada na esfera internacional porque o país não deixaria barato alguém tentando mandar porcarias pra cá. O Brasil é bonzinho, mas é bom não pisar no calo diplomático. 

Por Paola Costa

Professora, podcaster e palpiteira. Só falo de temas aleatórios, não reparem a bagunça (ou reparem).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.