Categorias
Séries

Você não deveria assistir Friends: The Reunion

Friends – The Reunion é mais que uma decepção.

Anos se passaram cobrindo a internet de rumores, até briguei com algumas pessoas que acreditavam nesses boatos. Uma continuação para Friends sempre foi algo que desejei mas que tinha certeza que seria ruim. Fato é que Friends: The Reunion comprovou que não se deve mais brincar com o sexteto – seja série ou filme. Aquela série medonha do Joey ninguém nem menciona.

Quando anunciaram o programa especial fiquei bem animado, mas demorei muito tempo para ter coragem de assistir. Tenho uma ligação emocional com a série muito fincada à um momento em que cada hora me identificava com um personagem. Por vezes fui como a Phoebe, desligado e alheio ao mundo. Meu deus, até uma fase Ross tive na minha vida, mas hoje me considero mais um Chandler que não deu certo. Nunca fui Joey (acho), mas também era louco pela Rachel enquanto a Mônica só me assustava mesmo. Digo tudo isso para mostrar que sou (ou era) fã de Friends, de verdade.

Fiquei dividido boa parte do tempo em que assisti ao especial: risadas e constrangimento eram sentimentos que ficavam sempre no ar. Infelizmente, ao final, o constrangimento venceu.

Adorei vê-los juntos, foi incrível ver a troca de olhares, mostrando que a intimidade e até a amizade deles era o que fazia a série se movimentar… Mas havia algo ali que não estava certo, as reações de Matthew Perry ali não pareciam a de uma pessoa que estava confortável. Aí lembrei que amigos de verdade não precisam se reunir na frente de câmeras torcendo por lágrimas e sensacionalismo nas redes sociais.

Friends - The Reunion - Blog Farofeiros - Chandler - Woopah

Obviamente ali não era o Chandler, mas as reações do ator me deixou claro que aquilo foi montado para ser algo natural, mas não era. Quais os motivos de terem levado ele à participar? Seus amigos, claro, mas sei que dinheiro também é importante.

Um gameshow capenga, uma entrevista sem graça, um desfile de moda (meu deus nem Justin Bieber vestido de batata me convenceu), leitura de roteiros antigos, a Lady Gaga cantando Smelly Cat com Lisa Kudrow… Foi muito constrangimento para mim, e Chandler concordaria comigo… Joey também, mas só depois de falar de comida.

O que eu gostaria de ter visto em Friends: The Reunion é o que centenas de vídeos de YouTube fazem, reunir os melhores momentos da série e se divertir com eles. Chorei de rir como se nunca tivesse visto o final da série onde Chandler pergunta onde eles pensam em ir tomar café. E olha que a mesma piada é mostrada duas vezes no especial. Não precisaria ser só um amontoado de cortes, meu deus, não precisavam ter colocado a gravação de Matt LeBlanc deslocando o ombro durante as gravações.

Friends -The Reunion - Blog Farofeiros - Joey não divide comida

David Schwimmer não falou UMA ÚNICA VEZ que ele e Rachel estavam “dando um tempo“. Triste isso.

Apesar de me identificar com algumas histórias dos depoimentos achei uma detalhe extremamente desnecessário. Nas redes sociais vemos gente brigando literalmente todos os dias contra quem gosta ou quem não gosta da série. Não precisavam colocar na tela mais gente falando que Friends foi uma ótima série.

Friends foi um bom retrato de seu tempo, pontuado obviamente pela idade. Estranho falar isso mas não precisei morar em um apartamento com amigos em Nova Iorque para me identificar. Alguns sentimentos são universais e as piadas de Chandler podem constranger qualquer um em qualquer língua.

Aparentemente os seis não se reúnem todos em um só local desde 2004. Queria muito ver meus amigos, mas não dessa forma…

Friends: The Reunion foi lançado 29 de Junho de 2021 no Brasil pelo serviço HBO MAX.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.