Arquivo da Tag: BRICS

ACTA: é hora de AGIR

acta-pinky-e-cerebro

De boa? Todos aqui do Farofeiros ficamos orgulhosos da internet no movimento contra o SOPA e a PIPA… apesar de serem projetos de lei norte americanos eles com certeza afetariam a internet toda! Desde o início do nosso blog escrevemos o que queremos… mostramos o que queremos… é meio que um estado de espírito de bar regado à cerveja e amigos…

Olha, até tento solidarizar com quem está sofrendo com o block no MegaUpload… é que nunca usei o site, Torrent é melhor! ;)

O problema é que ainda temos inimigos piores… o ACTAAnti-Counterfeiting Trade Agreement. A melhor maneira de explicar o projeto de lei é a seguinte: ninguém vai poder falar bem ou mau de um filme sem que o detentor dos direitos o autorize. Menos ainda falar mau e muito menos ainda baixar o filme… mesmo ele sendo ruim… Para evitar isso o projeto coloca que a provedora de acesso fiscalize tudo o que eu e você faremos nas internets… direitos como liberdade de expressão serão facilmente pulverizados sem o direito de reclamar.

Algo que mostra o tamanho da encrenca é que o movimento do ACTA é todo “secreto“… “a lei” está sendo NEGOCIADA desde 2007 por diversos países como Canadá, Coreia do Sul, Japão, Marrocos, Cingapura, Austrália, Polônia, Nova Zelândia e EUA. México e União Europeia poderão confirmar a adesão até 2013.

O bom é que o Brasil já avisou que não entrará nessa, aliás nenhum dos membros do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, decora isso por que vai cair na prova) irá, mesmo por que nem das negociações participaram. Essa posição é perigosa, pois podemos sofrer pressões econômicas por parte dos participantes da ACTA.

Um bom exemplo é a ação movida contra o site Pirate Bay pela industria cinematográfica de Hollywood. No lugar de bloquear o site, a Holanda (onde o site é hospedado) acredita que isso não é solução além de ameaçar a internet livre.

Leia mais em www.stopacta.info e no vídeo abaixo.

Lei alguma pode privar a liberdade de expressão!

Fonte.

Veja também