Categorias
Pensamento

Soco

soco

Farofeiros e farofeiras,

Sou uma pessoa amável, louvável, divina e de amor quase imenso, porém, existe uma pessoa que não suporto algumas vezes: eu mesmo.

Como disse, sou amável, mas não me aguento pois as vezes sou obrigado a dizer coisas que não gosto como “eu gosto de você” ou “eu te adoro”. As vezes é pior, as vezes tenho que sorrir a noite toda na companhia de pessoas que não gostaria nem de conhecer, muito menos passar uma noite ao lado delas. Sorrindo.

Será que alguém aí está me entendendo?

As convenções e concessões sociais que somos “obrigados” a fazer como gostar de pessoas que pessoas que você gosta. Veja bem, por qual razão você deveria gostar do seu sogro, sogra ou cachorro fedido de sua namorada ou namorado, desculpe a ofensa se o cachorro for ser seu cônjuge.

Ou pior, imagine-se morando na casa de uma pessoa que você realmente não gosta, mas na verdade mesmo você quer é ficar na busca pelos movimentos da pessoa em sua página no Facebook ou qualquer rede social de qualidade duvidosa, se é que existe alguma rede social de qualidade. Nem com seus vizinhos você vive bem, imagine com vizinhos virtuais!

Acho que pessoas virtuais são piores que as reais na verdade, pois normalmente são a representação da mentira que a pessoa vive ou gostaria de viver. E nem digo isso me referindo a jogos de fantasia e outras mentiras, me dirijo apontando para as pessoas que ficam clicando desesperadamente por alguma atualização de alguma pessoa, aguardando um sinal de que, mesmo sem saber, você faz algum tipo de falta.

Na verdade tenho mesmo é uma vontade  de me dar um soco na cara antes que eu pudesse abrir a boca perto dessas pessoas.

Pensamento do Dia:Lembre-se, lembre-se pois eu esqueci.” Um amigo meu voltando a pé para casa bêbado.

Por Othon Chievo

Mente e bigode brilhantes em um mar de falta de luz. Simplesmente superior. Exu de direita. Conservador de esquerda. Metamorfose estática.

Pensador contemporâneo que fala besteiras apenas para irritar os outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.