Sobre os heróis que são super

Escrito por | Pensamento


Este blog pseudo-nerd-punk-alternativo-só-que-ao-contrário vive falando de super seres e, algo que realmente me incomoda, é a dissonância que causo frequentemente falando, semanalmente (pelo menos) de algo realmente útil e importante. Certo de sua falta de compreensão eu hoje falarei sobre este sonho psicografado de super seres.

Fico abismado com a falta de elegância, talvez seja até uma forma de racismo, onde vejo apenas seres humanos super. Onde estão as outras espécies? Estou familiarizado com a recente exibição de macacos com inteligência aprimorada. Sim, apenas aprimorada, se fossem sabidos mesmo eles não largariam a vida boa que lhes fora dada.

O que mais me entristece é a condição de sempre um inseto morder um jovem deprimido e triste. Veja o absurdo, o humanos ainda tem a opção de ficar deprimido, uma aranha, por exemplo, pica pela sua sobrevivência! É o clico da vida em jogo, se ela não picar, não vive, e como ela é radioativa ainda por cima ela dá poderes de aranha ao humano.

Entendeu a discriminação intrínseca no ato? Exemplificarei-o então!

Imagine um humano que trabalha em uma usina nuclear (não imagine o Homer Simpson, assim não chegarei onde quero) ao sair de uma câmara poucos restos sobram de radioatividade. Ao chegar em sua caixa de rosquinhas (novamente, tire o Homer Simpson de sua mente) ele avança com sede sobre uma com recheio de baunilha coberta de chocolate.

Mas o que ele não vê é uma pequena formiga que procura em locais perigosos o sustento de sua grande e larga família. Se ela não pegar um pedaço daquela rosquinha haverá fome em sua casa.

O embate é injusto, o humano radioativo acaba mordendo a formiga, arrancando-lhe uma perna. A dor, o desespero, sua vida teria chegado ao fim? Não, não chegou, a formiga picada por um humano radioativo acaba ficando furiosa, verde e grande! Agora ela tem fome, e precisa de comida.

O humano radioativo parece uma boa comida!

A formiga picada por um humano radioativo que ficou gigante come o humano radioativo.

Fim.

O mundo acaba depois disso não?


Última alteração: 6 de setembro de 2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.