Categorias
Séries

Crítica da primeira temporada de Ms Marvel

Vamos conversar um pouco sobre a primeira temporada de Ms Marvel.

Começo falando o mais importante dessa série, a primeira temporada de Ms Marvel é mágica. Fazia muito tempo que não me animava com uma série para adolescentes como essa e amei diversos aspectos dela – mesmo de maneira diferente dos quadrinhos.

Aparentemente a série teve uma audiência baixa nos EUA. Porém se você foca na população negra, latina e asiática se vê uma audiência maior do que em outras séries do MCU. A série é também a série mais aclamada pela crítica até o momento… E isso não me surpreende!

A família, os amigos e a comunidade que Kamala está envolvida são fatores primordiais para o sucesso da série. Sei lá o motivo de ficar tão emotivo, não sei dizer se na adolescência quis viver algo assim. Como sou pai poderia dizer que me identifiquei com o pai da Kamala… Mas não tenho nada em comum. E mesmo assim o relacionamento de todos os personagens me cativou.

Sem mencionar que aprendi sobre sua cultura. Não conhecia a história da Partição da Índia e duvido que alguém que não é envolvido na cultura dos povos daquela região saiba disso. Na escola, infelizmente, não aprendemos e ver uma série de TV abordar o assunto me dá um pouco mais de esperança que o mundo pop possa ser algo construtivo.

Gostou de Ms Marvel? Veja essas ofertas especiais da super heroína.

Ms Marvel - Série - Disney Plus - Blog Farofeiros

A história, os poderes e os personagens são diferentes de suas versões dos quadrinhos. Mas posso dizer que a alma deles foi muito bem representada pelos atores. A trama não é algo intrincado demais, é simples, mas isso está longe de ser uma crítica negativa.

Nem toda série precisa ser profunda para divertir o público, senti algo parecido com Obi-Wan Kenobi… Porém com Ms Marvel esse sentimento ficou mais na pele até o último minuto da série, até a cena extra ao final do último episódio. Valeu a pena.

Enquanto alguns efeitos especiais, principalmente quando a heroína se movimenta, são de baixa qualidade é preciso enaltecer todo o resto. A escolha pelo brilho dos cristais até para representar os poderes elásticos me convenceu. Achei o resultado tão bom que acredito que em breve veremos uma alteração nos quadrinhos em função da versão de carne, osso e CGI.

Explicando o final da a primeira temporada de Ms Marvel.

Sim, pois é, eu precisava dar uma nerdolada. Mas há dois fatores importantes que preciso mostrar… Obviamente a partir daqui spoilers serão mostrados.

O primeiro é quanto à descoberta de Bruno de uma “mutação” nos genes de Kamala. E, como mencionado pelo crítico Chico Barney, faz muito mais sentido Kamala ser mutante do que inumana. Na época da criação da personagem a Marvel Comics não via a possibilidade de reaver os direitos cinematográficos dos X-Men, então tentaram de todas as formas popularizar os Inumanos.

O crítico ainda compara de maneira assertiva Kamala com personagens como Kitty Pride (ou Kate Pride) e Jubileu. Jovens que se identificavam com o público.

Nem preciso falar que não deu certo, não é mesmo? A série é uma coisa abominável até hoje, serviu apenas como referência em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

Originalmente a Ms Marvel dos quadrinhos é uma inumana, sua história não é ligada ao Clã Destino como na série. E nem vou explicar esse segundo grupo que é bem complicado já que há muito pouca informação sobre eles.

O segundo ponto importante é a cena pós créditos do último episódio. Aquela cena é realmente importante pois, na primeira vez que os poderes de Ms Marvel se manifestaram nos quadrinhos, Kamala foi capaz de mudar sua forma. Sim, ela se transformou – fisicamente – em Carol Danvers… Nem a atriz acreditou no que viu!

Ms Marvel - Photon - Capitã Marvel - Série - Disney Plus - Blog Farofeiros

Logo, na primeira vez que vi a cena achei que Kamala tinha se “morfado” na Capitã Marvel. Mas não, ela realmente trocou de lugar com sua heroína inspiradora. Onde Carol estava e para onde Kamala é uma das questões mais importantes do MCU hoje.

Que venha Marvels para minha alegria, pois realmente preciso de mais Kamala em minha vida. Mas algo fica reverberando na minha mente, as Guerras Secretas devem estar próximas.

Por Rodrigo Castro

Debochado, inconveniente, guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.