Categorias
Pensamento

Coragem alcoólica

Sem beber falarei da imprópria coragem alcoólica.

Farofeiros, farofeires e farofeiras, preciso confessar que já fui adepto da religião que utiliza da coragem alcoólica para desbravar o mundo. São detalhes pequenos demais que não couberam nos podcasts da gente falando de histórias de bêbado.

É comum vermos nos filmes principalmente, o personagem dá um gole em sua bebida e segue em direção ao seu destino. Como se aquele gole fosse o reconhecimento mor de coragem e indiscutível destreza perante os desafios do seu futuro. Toda essa bobagem não poderia ser uma bobagem maior do que realmente é. Não há filtros que possam melhorar tal fotografia.

A história não conta normalmente quantas bebidas a pessoa tomou antes de dar o fatídico gole que consuma a coragem alcoólica. Esta coragem é muito bonita e até poética, músicas, filmes, séries são feitas em torno de um maldito gole que mudaria a vida do personagem. A questão toda é que não importa o quanto se beba, o resultado não muda.

Coragem alcoólica - Deadpool - Blog Farofeiros

Esta fé conflitante é importante para aceitar a mudança que diz que álcool e coragem não combinam. Trata-se de burrice alcoolizada apenas, o resultado randômico nunca é afetado pelo álcool. Números não bebem.

Não adianta usar a Estônia como exemplo e considerar o Índice MR para que a solução seja diferente. Mesmo que eu seja considerado um vilão desonroso, não importa a quantidade de cachaça. Porém, devo confessar que tudo isso não conta com a inibição de vergonha.

Mas será mesmo que a vergonha é tão prejudicial assim? Quantos litros de vodka você precisa tomar para falar que está apaixonado desde a primeira vez que conversou com aquela pessoa, mas não falou até hoje por vergonha? Ou seria medo? A resposta é pior do que a dúvida? Ou pior ainda, imagina se você se arrepende de ter mandado aquele e-mail!

Hm, irei beber um pouco para ver se tenho coragem de escrever o resto.

Pensamento do Dia

Pensamento - Oscar Wilde - Blog Farofeiros

O Apagão da Twitch já tem nova data, bora participar ae.

Por Rodrigo Castro

Guru de bobajada, coach de piadas sem graça e sommelier de ironia. Também é leitor de gibi e jogador profissional de videogames no easy.

Uma resposta em “Coragem alcoólica”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.