Todos as publicações por OsChefe

Uma mente e um bigode brilhantes em uma mar de falta de luz, simplesmente superior.

A doença da saúde

saude

Farofeiros e farofeiras,

Se a ferida fosse para ser cicatrizada rapidamente os remédios não custariam tão caros, é importante para a indústria farmacêutica que você tome muitos remédios por muito tempo, mas é importante também que você não morra. É importante também que você tenha força o suficiente para trabalhar e conseguir de alguma forma o dinheiro para pagar pelos remédios, a saúde é cara e se você quer algo de graça provavelmente pegará uma fila interminável com a possibilidade de não ser atendido a tempo. Logo se você quer viver, você deve pagar o que pedem.

O pensamento não é novo e tão pouco é apenas uma teoria, afinal, você come mal, fica mais doente, toma mais remédios e todas as industrias ficam felizes pois você se esforça mesmo para dar seu dinheiro para eles por algo que você poderia ter grátis ou, na melhor das hipóteses, nem precisaria se mantivesse uma rotina mais saudável do que comer hambúrgueres gourmet com queijos que você nem sabe pronunciar o nome.

Tenho plena certeza que donos de hospitais são as melhores pessoas do mundo, afinal gastam uma fortuna para construir centros de diagnóstico e tratamento para milhares de pessoas por ano, desde que essa pessoa tenha dinheiro para pagar. E não me venha com o pensamento de que o seu plano de saúde cobre tudo, meu amigo, o seu plano de saúde não cobre nada e está sorrindo que você teve uma apendicite mas pagou o preço de duas cirurgias no coração e uma no cérebro. Ou quem sabe uma operação de troca de sexo.

Mesmo rezando para todos os santos para que a medicina consiga dar um jeito de dar cérebro para quem tem falta de neurônios confesso que dou risada desse sistema de saúde que temos, tudo no capitalismo é absurdo, vil e, obviamente, movido pelo dinheiro e cobiça. E você ainda é obrigado a ouvir coisas do tipo “você precisa ir para outra cidade para ser atendido”, “aqui não existem médicos bons nessa especialidade” e o absurdo geral que é “não temos médicos”. Não tem médicos pois não estão pagando o que querem, não vou entrar no mérito de ser justo ou não tal reivindicação, só gostaria de saber o que o doente tem com a cobrança salarial de determinada classe.

Pois é, agora lhe pergunto, em quem você votou na última eleição? O seu deputado está preocupado com a sua saúde ou com o salário dele? Estou falando, temos é que acabar com o capitalismo, não com a democracia.

Pensamento do Dia:Saiba quando correr!” – aí está uma boa dica que nunca sigo.

Veja também


Viagem no tempo

viagem-no-tempo

Farofeiros e farofeiras,

A enormidade do universo é pouca para conter meu pensamento pensado desta semana que acabar de se iniciar mas já havia começado ontem, logo hoje já é amanhã pois já é o segundo dia da semana que começou hoje. Mas o ontem é hoje só que amanhã mas pode ser o amanhã que foi ontem no pretérito imperfeito do subjuntivo que nunca aprendi e provavelmente nunca usei, quiça ouvi ou li algo sobre isso ou realmente aplicado na prática dos futuros dos presentes.

Tenho a vontade de gritar o grito que soltei ontem, mas na verdade o ontem foi antes de ontem, o que gera o passado mas se eu continuasse gritando seria o presente, mas se eu continuar gritando até amanhã seria o futuro que vai virar o passado depois de amanhã e meu grito teria viajada no tempo direto para o futuro comigo junto, logo sou um viajante do tempo com o pensamento claro de deixar tudo mais claro mesmo que você seja assinante da Claro e esteja vivendo no escuro, pense que você está bem, pois seria muito engraçado se você fosse assinante da Vivo e estivesse morto.

Não quero polemizar pois, como sabem, sou uma pessoa de bem e confesso que não quero criar intrigas intrínsecas interagidas a partir do bolo de caneca que comi agora a pouco com o café de ontem pois estava com preguiça de fazer café hoje, logo o café viajou no tempo para saciar minha vontade de café e, como todos devem saber, o café viajante no tempo é muito melhor. Mas que fique claro que o pão de queijo viajante no tempo não é bom, independente do período que ele corra ele sempre acabará duro e indigesto, salvando-se apenas se ele for feito amanhã, mas aí você nem o teria feito então ele não viajaria no tempo. A não ser que o queijo viaje no tempo, queijo viajante no tempo é bom, mas é preciso apreciar com moderação.

Dentro do contexto do pensamento uniforme mas abstrato do cotidiano corriqueiro e despretensioso da classe média trabalhadora de latifúndios criados por sindicatos de esquerda que são corruptos junto com o governo de direita e que sozinhos não fazem nada mas juntos lavam a bunda, podemos dizer que o pensamento é bom, mesmo que seja ruim podemos dizer isso. Pensando bem, o que é bom que não é ruim? Poderíamos viajar no tempo para detalhar tal pensamento desconexo e procurar uma conexão mesmo que não exista conexão via cabo, a conexão discada é ruim mas é melhor do que nada. A nãos ser que você tenha 4G, aí a coisa fica boa, pelo menos até acabar seus créditos. Só não sei dizer se isso é futuro ou presente. Acho que vou ficar com o passado.

Pensamento do Dia:O jeito mais fácil de comprar comida por delivery é abrindo a geladeira

Veja também


Lucro

lucro

Farofeiros e farofeiras,

Esta semana que passou foi importante por vários aspectos de minha deslumbrante e invejada vida mortal enquanto ser superior de uma superioridade muito superior à superioridade mortal. Diversos assuntos foram resolvido e outros foram enrolados, mas o importante é que aprendi o real sentido da sociedade ocidental: lucro.

Quando você viaja, você não quer descansar, você procura o lucro, quando você estuda você não quer saber mais, você quer um emprego que lhe dê lucro. Quando você trabalha, produzindo ou revendendo, você quer lucro. Pelos padrões de nossa sociedade para se ter sucesso é preciso que dê lucro, patrocinando a corrupção e a qualidade de qualquer coisa ou pensamento que surja, simplesmente pelo motivo da bufunfa da boa.

Mas imaginemos então um mundo sem lucro, sem dinheiro, você conseguiria viver em um mundo desses? Imagine-se com um carro de alta tecnologia na sua garagem, produtos sem prazo de garantia, tudo cedido pela sociedade para que você possa aproveitar o que a tecnologia pode lhe servir enquanto você escreve um romance ou ajuda na parte técnica no desenvolvimento de um sistema de refrigeração mais eficiente. Sem prazos, sem orçamentos. Fazer sem procurar o lucro. Fazer pelo bem da humanidade.

Todos devemos e podemos ter o que quisermos, mas sem a propaganda para gerar tal desejo e a tecnologia lhe fornecendo tudo o que você quer e precisa é uma ideia tão ruim assim? Viver a custa do trabalho escravo de chineses e de corrupção internacional é bom para você? É burrice o pensamento que existem divisões de fronteiras, a natureza e o nosso planeta é um só organismo, e se esse organismo luta contra ele mesmo estaremos fadados a sofrer diversos apocalipse bíblicos seguidos, mesmo que você não seja dessa religião.

Isso não é um pensamento hippie, é um pensamento avançado, afinal se eliminarmos o dinheiro não haveria assaltos, não veríamos corrupção e não precisaríamos pegar horas de trânsito para trabalhar feito um camelo por uma miséria de dinheiro por mês sendo que apenas 1% da população mundial domina 40% das riquezas do nosso planeta. E por falar em planeta, o crescimento desordenado e a exploração abusiva dos recursos naturais estão amplamente ligados ao lucro a qualquer custo. A natureza não vai suportar esse estilo de vida extrativista por muito tempo. Será mesmo que você quer viver em um planeta com recursos naturais esgotados, como a água nos reservatórios da grande São Paulo? Será mesmo que você prefere ter um iPhone novo do que um copo de água pura?

O mundo com dinheiro existe desde muito antes de você aprender a limpar a própria bunda, mas a tecnologia e fatores como religião e guerras impedem que pensamentos como este vinguem, porém agora temos a ciência e a tecnologia para sustentar tal sociedade. Não, não acho que seria tudo perfeito, mas seria bem melhor do que é hoje.

Pensamento do Dia:O futuro em breve será algo do passado.” – CARLIN, George

E para entender mais do que estou falando informe-se sobre o Projeto Venus e sobre o Movimento Zeitgeist.

Veja também


O primeiro pensamento

o-primeiro

Farofeiros e farofeiras,

O primeiro pensamento que surgiu na face da terra pode ter sido de alguém desconhecido, não creio que algum personagem bíblico seja capaz de manter esse pensamento vivo, então simplesmente ignorarei tal versão como faço no meu dia a dia.

Não há resposta à questão de quem teria vindo primeiro, se o ovo ou a galinha, pois a resposta seria nenhum dos dois, o que viria antes seria o pai genético, talvez um avô biológico que provavelmente tinha escamas no lugar das penas e deve ter ficado bem surpreso quando saiu um ovo de suas cavidades baixas. Mas antes disso houve um avô do avô do avô que era uma minhoca com bico e deve ter ficado surpreso com o dia que acordou com um bico no lugar da boca. Mas para considerarmos um pensamento devemos nos focar em seres humanos apenas, pois se ficarmos em seus primos biológicos vamos ficar apenas com piolhos, comida e rock’n roll.

Então nos foquemos no primeiro ser humano, com cérebro avançado e com bem menos pelos do que seus pais biológicos, ele acorda e pensa. Pensando bem, focar no primeiro pensamento do primeiro ser humano também não é muito interessante. Afinal ele continuaria com o pensamento de piolhos, comida e rock’n roll.

Vamos refinar então o termo pensamento para o ser humano evoluído, e não um simples pensamento como abrir os olhos ou piolhos, comida e rock’n roll. O pensamento é algo importante, é uma ideia, não uma afronta a necessidade, mas que pode ser cheia de futilidade, ainda mais se falarmos dos certos e errados da caça de piolhos, comida e rock’n roll. O ser pode ser pensante mas não precisa pensar, talvez ele só agregue o que lhe interessa e os use de maneira q lhe satisfaz, o que é um certo tipo de inteligência, mas está longe de ser um bom pensamento.

Pensamento importante é aquele escrito por alguém importante e provavelmente ocupou seu tempo para pensar em coisas importantes e aí sim escrever algo que vem a ser um pensamento importante. Digo parar no sentido de ir para sua casa de campo sozinho com sua máquina de escrever para redigir um romance policial, um pensamento fútil e movido pela ganancia financeira, mas ainda sim um pensamento, sem importância, mas um pensamento. O que há de importante em cada pensamento não é a mensagem, mas sim se a informação chega até o seu público.

Não importa sua crença, os seres desse planeta sempre querem mais piolhos mesmo.

Pensamento do Dia:Ele gosta do Bolsonaro, mas é meu amigo.

Veja também


O último pensamento

o-ultimo

Farofeiros e farofeiras,

Não, você não está livre desta série de intrépidas e ininterruptas aventuras do cotidiano imortal e imoral, também não comemoro o fato deste ser a última coluna do ano, este pensamento se refere aquele pensamento que falam que ocorre pouco antes de sua vida esvaecer, perto do velho do capuz te pegar, na hora em que você vai acertar as contas com o tinhoso, quando você está prestes a bater as botas.

Acredito piamente que se trata de uma piada o que dizem que sua vida passa como um flash na sua frente, se isso o fosse provavelmente teríamos uma enorme demanda de palavrões como últimas palavras de alguns seres humanos bem importantes na história deste planetinha nojento. Coisas do tipo “E não comi minha prima Bertha!” – Albert Einstein, ou “Fodam-se esses negões” – Martin Luther King, ou “O que eu tô fazendo aqui?” – Mahatma Gandhi, “Desejo o Ashton Kutcher!” – Steve Jobs, ou “Eu quero um iPhone.” – Nelson Mandela, ou “Adoro peperoni! – Asama Bin Laden, ou ainda “Odeio Calcutá!” – Teresa de Calcutá. É um pensamento interessante pensar o que esses pensadores pensariam em seus últimos pensamentos.

Imagine só morrer ao som de Blacked Eyed Peas, o ser prestes a cometer óbito deve pensar que deveria ter cometido suicídio antes de chegar até aquele local. Ou pior, imaginem o pensamento de quem morreu de forma desastrosa e impotente nos primeiros testes do Viagra? “O peito dói e o pinto nada?! AAAARRRGGGGHHHH!”

Mas qual seria o motivo então para que as pessoas fantasiem com esse último segundo de vida com tudo que fez e deixou de fazer em vida? Se você acredita em vida após a morte talvez seja interessante, mas talvez apenas, se sua vida foi uma merda é melhor nem tentar lembrar de pensamento algum mesmo. Se você não acredita em vida após a morte, afinal de contas por que se importar com um último pensamento? Do que adiantaria arrependimento, culpa ou até mesmo uma ofensa? O estrago já foi feito, você foi um babaca a vida toda e nesses últimos segundos de vida nada irá mudar isso. Sentar e relaxar a viagem é, sem duvida alguma, a melhor opção, mesmo se você não acredita em vida após a morte. Se bem que sempre teremos a chance de uma apocalipse zumbi.

Se você pudesse ter uma última lembrança antes de morrer, do que seria? Um aniversário? Uma transada? Um beijo? Aquele carinha que nunca te deu bola? O suor do trabalho bem feito? Eu simplesmente gritaria um palavrão e sorriria. Venci os mortais a muito tempo, chorem crianças.

E você, pensaria no que na hora derradeira?

Pensamento do Dia:Morte à quem inventou louça preta para banheiros.” – Enviado por Proprietário de Louça Preta para Banheiro.


Um poema de Natal

poema-de-natal

Farofeiros e farofeiras,

Lhes apresento minha comemoração de Natal
E nem vou lhes dizer que é banal
Pois não citarei o Papai Noel
Mas também não farei nenhuma piada com o Manoel

Este soneto será ensanguentado
E provavelmente alguém sairá com o nariz quebrado
Poderia até ser uma chacina policial
Mas os traficantes estão se escondendo no curral

Tenho vontade de gritar
Com todas as pessoas que desejo matar
Mas acabo gritando para todo lado
E acabo gritando com quem não é culpado

Sinto muita vontade de vomitar
Mas quando penso em regurgitar
Preciso escolher em quem mirar
Para não cometer o pecado de desperdiçar

A sociedade muda nessa época do ano
Hipocrisia que não para só em qualquer fulano
Declama exaltado do espírito de Natal
Mas no transito só faz referências a sexo anal

No dia da ceia a esposa dedicada
Faz sexo com o amante reclinada na escada
Durante a troca de presentes
O viciado cheira no banheiro contente

Minha raiva no Natal é frequente
Pela minha vida já passou muita gente delinquente
Tudo gente de péssima índole que deveria morrer
Mas sei que os puritanos irão me deter

Os reacionários partidários se dão as mãos
Mas depois vão dar amassos na traseira de um furgão
Fanáticos religiosos clamam pelo amor
Mas não tomam conta nem do próprio odor

Esse clima de Natal é exagerado
Mentiras, degustações, presente errado
Falsidade embalada laço
Quem tirará isso do meu percalço

Pensamento do Dia: Imagina um amigo secreto entre Bolsonaro, Malafaia, Zambizinha e Edir Macedo!

Veja também


Pessoas e livros

pessoas-livros

Farofeiros e farofeiras,

Sem contar a enormidade do momento que se aproxima devo ressaltar os deveres e obrigações de quem cobra os deveres e obrigações de quem não cumpre os deveres e obrigações que deveria, não sou de cobrar, eu mando e pronto.

Não escrevo sobre pessoas ou filmes, escrevo sobre a vida, livros e pessoas pode estar inclusas nisso mas dificilmente serão protagonistas pois são coisas ignóbeis e estupidas demais para se lidar. Neste momento tenho diversos livros para lidar e diversas pessoas para me desfazer e, ironicamente, sempre procuro lidar com mais livros e devido aos meus deveres e obrigações, tenho que lidar constantemente com mais pessoas do que gostaria.

Você pode pensar que é algo novo, mas não, é um pensamento moderno, atual ou contemporâneo, é algo que aquele povo que vive isolado do mundo em casas feitas de madeira em locais absurdamente gelados e com o mínimo de infra estrutura fazem a muito tempo. Meu problema seria somente dinheiro, não teria o suficiente para manter meus luxos e necessidades apenas vendendo peles de esquilos mortos de maneira absurda e esfolados de maneira duvidosa.

Os livros fariam pilhas pelas salas e as pessoas não me encontrariam. Talvez pelas pilhas de livros nas janelas impedindo a entrada do sol, mas teria acesso à porta, afinal eu precisaria sair para comer um bom bife regularmente.

Não gosto de redes sociais, aliás, não gosto de nada de que seja social. Não que eu não goste de pessoas, amo diversas, mas falar que amo todas é hipocrisia hippie ou demagogia evangélica. Assim como os livros vivo longe dos de cunho religioso exaltado, até gosto de algumas religiões, de suas histórias nos livros, mas seus seguidores, as pessoas, fazem cada absurdo em nome da suposta fé que deixa tudo em péssimos lençóis.

Mas é claro que prefiro livros, estes posso escolher e destruir os que não gosto facilmente. Pessoas não, haveriam consequências que infelizmente não estou apto a encarar por pessoas que me desagradam tanto. Prefiro matar mortos-vivos em minha imaginação, é um meio mais produtivo do que lidar com pessoas que não quero lidar.

Creio sim que tudo é relativo e nesta época do ano a relatividade oscila de modo alarmante onde todos são bons, tanto pessoas como livros, afinal é o que esperam de você, não é mesmo caro lobo na pele de ovelha?

Pensamento do Dia:Não me compre presente de Natal, não vou te comprar presente de Natal.” – Já aviso, está avisado?

Veja também


Confiança

confianca

Farofeiros e farofeiras,

Tenho amigos que não são mais amigos, gente do contra que sempre foi do contra, inimigos que sempre foram inimigos e o maldito do guardinha aqui da rua que desconfio muito. Se colocar todos no mesmo saco com peso e jogar no rio ninguém sentirá falta.

O que falta é a merda da confiança, ou a confiança de merda ou até mesmo a bosta da confiança, sem esquecer da confiança de bosta. Mas o ser primata deste planeta costuma usar algo tão nobre e poderoso com merdas e bostas mesmo, são deuses de merda e bosta, políticos de merda e bosta, amantes de merda e bosta e companheiros de merda e bosta.

Como confiar em alguém que não te manda fotos atuais e nem permite que você ligue para matar a saudade no horário em que o marido dela está em casa? Como confiar no energúmeno que é amigo quando você paga cerveja, arruma trabalho e ainda vai acordar o marmanjo numa manhã de dia útil? Como confiar numa maluca que fala para sua mãe ficar despreocupada com a violência pois ela conhece todos os bandidos do bairro? Como vai confiar em alguém que a vida toda não esteve presente quando era necessário? Um louco endiabrado com um pensamento adverso e redundante com escrúpulos o suficiente para ser considerado uma boa pessoa é um mel para atrair pessoas pouco confiáveis?

É possível cobrar confiança de alguém que nunca foi confiável? Quem é realmente confiável para resolver tal questão? Quem não é questionado? Você tem culpa no cartório?

O pensamento que permeia a sociedade é o que realmente está errado e é o que realmente me consome e acaba agredindo minha inteligência. Também me assusto ao perceber que é apenas a minha inteligência que é agredida, é fácil perceber que o absurdo do astuto passar outra pessoa para trás, faltar-lhe com a dita confiança, por exemplo, não seja algo que desdenha alguma reputação, mas a lustra.

Eu sou de confiança, e você?

Pensamento do Dia:Não me atraso, apenas adio o inevitável.

Veja também


Não sou o messias

messias

Farofeiros e farofeiras,

De forma pouco comum mas contundente dentro da atual exposição de fatos e factoides da vida regular e cotidiana de fatores imprecisos eis que soluciono mais uma questão deveras embebecida pelo antro da mediocridade e da bipolaridade abraçada pela meritocracia romântica do século XIII.

Que você seja apenas um condenado no meio de tanta gente insuficientemente sapiente para economizar neurônios em algum pensamento que não seja realmente de valor e/ou valorizado o suficiente para se tornar algo maior, mais belo e construtivo como uma ponte ou uma barraca para servir drinks na porta de alguma casa noturna cara demais para que seus frequentadores possam beber até cair lá dentro. Mesmo que o contrário seja contraditório e a verdade uma tremenda de uma mentira você poderá esperar que o pensamento se edifique e cresça, podendo até casar e quem sabe, se for heterossexual, ter filhos e até netos. Se for homossexual ele poderá adotar, o que é edificante para um edifício edificado.

Mesmo que seus amigos e conhecidos não saibam que você não tem tal pensamento dentro de sua mente e que ela brote e desflore graças a minhas palavras penetrando devagar mas profundamente e com toda a honestidade que me cabe lhe digo neste momento, não sou o messias. Não aceito tal alcunha, mas se desejar que eu seja seu messias eu não o serei, já que se eu confirmar que o sou eu, de fato, não o seria.

A complexidade cósmica é simples perto do fato da ignorância do ser de aceitar outro ser igual e de mesma importância perante a criação e firmamento, independente de credos e crenças ou até mesmo a ausência delas, alguém que é um líder e lhe mostra o caminho não pode ser endeusado ou aclamado como um por um simples motivo, assim como você o ser humano ali, em destaque é vaidoso e fará de tudo para que você continue embaixo para que ele fique por cima.

Não abra o ouvido sem abrir os olhos.

Pensamento do Dia:Não sou o messias.” Assim disse o Messias, exímio jogador de poker.

Veja também


Aquele cheiro ruim

cheiro

Farofeiros e farofeiras,

Não vou falar daquele cheiro que vou sente quando passa por algum córrego que cruza pela rua, nem do jeito de merda que você pisou e limpará ou não de seu sapato ao chegar a seu destino, nem falo do cheiro que você sente ao entrar em um coletivo após às 17 horas próximo à alguma obra ou construção. Falarei, se já não falei, daquele cheiro encarnado e permanente.

O cheio encarnado e permanente é aquele cheiro ruim que antes mesmo de você ver que a pessoa chegou você sente pelo seu rastro de mau cheiro que ele esteve por aí ou está para chegar. Alguns chamam de aura, outros de energia negativa, eu falo que isso é simplesmente às más intenções do individuo saindo pelos seus poros, o que é cientificamente comprovado, afinal sob estresse qualquer ser produz mais diversos hormônios fedidos, seja por medo, seja por excesso de coragem.

Há pessoas com aquele cheiro ruim só que bom, mas são minoria, afinal, todos querem mesmo é feder perto de você para te afastar de onde você está, ou então deixar sua marca de cheiro ruim em você e os outros se afastarem de você. É o tipo de coisa que se eu explicar muito mais alguns pensaram que falo de macumba, mas na verdade, e digo apenas a verdade, é que é uma coisa comum mas pouco propagada devido aos problemas nasais atuais de diversas grandes capitais onde a poluição corroê a narina dos seres humanos que são a única espécie burra o suficiente para tentar viver em um lugar desses.

Banho diminui, perfume disfarça, perfume importado engana bem, mas nada pode tirar esse cheiro da pessoa, não é como um pensamento que você pode esquecer ou se distrair, é algo mais persistente.

Muitas vezes o cheiro de coisa é tão intenso que quem está por perto, do lado, ou até no meio das pernas da pessoa, não sente. Assim a presa fica facilmente à deriva, pronta para se casar com uma pessoa(?) errada, assumir uma responsabilidade que não deveria, dar dinheiro na mão de um fraudador. Afinal de contas se peido fosse bom ele teria cheiro de rosas, não de merda.

Você deve se lembrar da expressão “isso não cheira bem”, usado quando você vai em um restaurante caro e vem um prato cheirando como se tivesse saído do anus do cozinheiro, mas usado também em situações onde o mocinho é ingenuamente encaminhado à uma emboscada pelos vilões mafiosos. Alias fica aqui meu abraço e carinho fraterno por todos os vilões mafiosos fedidos, são todas pessoas muito boas e de índole pouco duvidável, quando eles ameaçam, eles cumprem.

Pensamento do Dia: “Ele está de olho é na botique dela” Poesia coloquial moderna nacional.

Veja também


Chuva de imbecis

chuva

Farofeiros e farofeiras,

A sandice notória da situação popular atual só me faz crer que cada vez mais seres de ignóbil sapiência, independente de estudos ou classe social, são na verdade sangue sugas tamanho extra grande encomendadas por algum super vilão para aterrorizar a vivência de quem crê em bom senso.

É uma merda a falta de água, a água não deveria faltar e isso é culpa da negligência dos governantes quanto ao crescimento populacional desordenado e a permissão da criação de grandes empreendimentos imobiliários cheios de piscinas que deveriam estar interditadas nesta época. Como o bom senso não é vendido por aí as pessoas acham que se fizerem uma vaquinha para custear a manutenção do buraco cheio de água bastaria para resolver todos os problemas. O energúmeno ignorante filho de uma mãe com penas nem pensar só no próprio umbigo pensa, o ser não possui pensamento em umbigo nenhum!

“Dane-se se eu não tiver água limpa para beber, tomar banho ou usar a descarga da privada, o que eu quero mesmo é jogar meus filhos em uma poça gigante de água para eles não me encherem o saco.” Se este senhor é tão abonado, por que não compra uma piscina só para si e vá cometer atrocidades contra o bom senso em seu nome apenas. Como o ser acha prudente, contundente e coerente comprar uma caminhão cheio de água para se refrescar além do banho que deveria tomar?

Canais de televisão como o Discovery e o National Geographic deveriam fazer documentários mostrando esse novo tipo de ser humano que aparentemente nasce sem cérebro mas consegue andar e falar. Mas a BBC londrina também poderia fazer tal documentário perfeitamente, sem qualquer dúvida.

Creio que dentro da impropria criação mesopotâmica de um pensamento de uma família institucionalmente finada prestes a culpar outras pessoas pela sua própria ignorância, afinal comprar livro não dá, pois é caro, mas água para piscina em um período de seca é necessidade de primeiro grau. Quem não sobrevive a um calor de 29º C sem estar de sunga branca na piscina falando que a marguerita está “top”?

Se você é um desses imbecis pare imediatamente de respirar o mesmo oxigênio que eu, está em falta e você não usa para nada mesmo. Chove imbecil, mas não chove água.

Pensamento do Dia:Bebeu água? Não! Tá com sede? Tô!” – Poesia popular concreta de Salvador.

Veja também


Algum ódio

superman-chorando

Farofeiros e farofeiras,

É com ódio e raiva no coração que faço estes versos de puro negativismo nojento e da espécie que gruda na pele e não sai com sabão.

Você tenta tomar banho, mas é pior do que sarna, é pior do que fedor de suor depois de um dia inteiro embaixo do sol enchendo a laje, é pior do que a catinga que sai do meio de suas pernas depois de dias sem tomar uma ducha. Imagine o pior fedor impregnado em sua pele, o meu ranço é pior ainda! Pior do que o cheiro exalado pela massa dentro de um carro amontoado com seis pessoas do mesmo setor que se odeiam. Mais amontoado do que uma van cheio de ex-namoradas sedentas por vingança em uma excursão para arrancar seu couro apenas em pensamento.

 Não é o ódio sem motivo, é o ódio pelo sistema do banco cair bem na hora em que você precisa pagar uma conta importante. É o ódio que dá quando você finalmente consegue um grupo para fazer uma masmorra difícil e é desconectado do servidor sem motivo. É o ódio pelo pagode ou sertanejo que toca em toda parte. É o ódio de quando você esquenta aquela lasanha no microondas e a borda queima enquanto o meio fica congelado. É o ódio daquele aplicativo que é instalado sem pedir sua autorização. É o ódio por baratas que insistem em sair do boeiro justamente quando passo. É o ódio quando mudam a história do Superman novamente. É o ódio da comida que atrasa para entregar e minha fome se rebela contra o universo. É o ódio mortal que tenho pela Horda toda e seus seguidores. É o ódio que tenho pelos malditos Rebeldes. Ódio por respirar o mesmo ar que alguns seres que só parecem vivos mas na verdade são zumbis sugadores de energia vital alheia.

Coisa simples e profundas, rasas mas diretas. O que é absorvido por uma hora ou por dias, anos ou milênios, o ódio.

Mas nada supera o ódio que tenho de quem coloca cheiro verde no arroz, essas pessoas merecem um lugar especial no inferno ou qualquer lugar eterno e ruim que o valha.

Pensamento do Dia:Comeu coco quente e saiu no vento?” – Duvida filosofal questionada pelo poeta Renato Papa.

Veja também


O burro é mais inteligente que você

burro

Farofeiros e farofeiras,

Se os humanos não evoluíssem como evoluíram, se outro animal tomasse seu lugar na escala evolucionária, qual animal você seria? Não você não seria o nobre e sábio burro. Nem mamífero você seria, acredito até que seria um inseto.

Dentro da cria encriptada do sentido nada figurado da falta de irmandade coletiva da coletividade onde se gera o campo gravitacional e eletromagnético de cada ser e que alguns costumam chamar de alma esquecendo que existe eletricidade dentro de seres humanos e que poderiam muito bem serem considerados baterias para robôs dominadores e ditadores da liberdade e da vontade de seus criadores, não há nada como o lar das fábulas.

Movido pelo pensamento coletivo a favor da colmeia atrás de carcaças e apenas atacando em conjunto, ou tentando atacar em conjunto. Pois você provavelmente ficaria para trás e tentaria convencer os outros que sempre esteve a frente, mentindo, lorotando, anedotando e faltando com a verdade descaradamente sem nem ficar vermelho ou lhe envergonhar de alguma forma, afinal você tem que ser bom, tem que ter mais e ser mais.

Cercado da mais profunda ignorância só penso pensar que o burro, por ignorar sua ignorância, é infinitamente melhor e mais sábio do que você, uma ameba desgarrada desprovida de bom senso e senso comum. O que é triste, afinal o burro não merece tal fama e você afinal merece uma fama muito pior do que este pensamento pode salientar ou observar. Como argumento você tem a evolução ou a religião e em ambas sua estupidez transborda o Rio São Francisco e desemboca exatamente na casa do tinhoso que é a sua cabeça de merda.

Que pela normalidade da infinidade da mortalidade finita da trindade que garante a reciprocidade da maldade gerada pela cidade dentro da idade limite da mortandade e finalmente chegando a fatalidade, que seja um pensamento pouco equivocado ou em plena adisônia da realidade que é o que traz o galego aos finais da falta de humanidade. Crendo no ecumenismo coletivo o burro como individuo, não animal, pressupomos que ele deveria faltar com as devidas pendengas humanas, mas o burro como animal, não como individuo, não está nem aí para a sua classe social, cor, se tem emprego, se é executivo ou se planta cacau para tentar ter o que comer uma ou duas vezes por ano algo que não seja farinha.

Será que um burro é tão burro como falam mesmo?

Pensamento do Dia:Eu não tenho cordas em mim.” – Google Translate

Veja também


Olha quem venceu

olha-quem-ganhou

Farofeiros e farofeiras,

O estigma do extrato da idolatria do pseudo salvador da pátria idolatrada foi finalmente definida graças ao fichamento de dois cliques para a melhor ou para a pior o candidato da maioria desta tenda que você chama de casa será coroado como presidente ou presidenta. Ou papiza.

Gostando ou não do resultado você deve entender que a democracia é assim, a maioria decide independente da sua opinião ou religião, principalmente se você não apoia causas de igualdade social ou econômica, apenas acreditando que se você não passa por algo essa questão não existe. Pensamento bem longe de um pensamento de primeiro mundo, caro ser superior.

Seus gritos e ofensas são ecos do passado onde você xingou quem não deveria de forma inadequada pelo motivo errado. Você é arrogante, impulsivo e teimoso, esquecendo que um governante não deve governar apenas em prol dos seus interesses, mas do de todos que precisam. Principalmente os que realmente precisam e talvez por isso tudo você tenha votado em alguém que te beneficie, afinal é o que interessa, que você se de bem acima de qualquer um ou coisa. Se dar bem, isso que te interessa?

Não digo a questão filosófica, corro desta maldita, falo da vida real, falo de você dar passagem no trânsito, não aceitar suborno, não deixar seu ego subir ao ponto de você querer pisar nos outros, você que pensa assim não deve conhecer o termo bem comum. O bem comum não é um pensamento que só beneficia o rico, nem só o pobre, beneficia a todos e todos são beneficiados pelo benefício do bem comum, simplesmente por ser comum.

A orientação política ou a cor da logomarca do partido pouco deveria lhe interessa, o bem e para quem ele o faz ou faria deveria ser sua observação ideal. Não estou dizendo para você, ser ignóbil, ser conivente com corrupção, estou querendo que você seja conivente com quem não tem o que comer ou não é permitido por lei a casar e ter os mesmos direitos que você.

Mas como estamos em um país hipócrita movido a energia e suor de um povo que é explorado você deve estar achando que sou de um ou outro partido, pois fique sabendo que apesar da vergonha eu sou do mesmo sistema solar que você, que não aceita que o próximo seja ajudado como você quer ser.

Pessoas com pensamento tão superior, com religião tão boa, com estudos evoluídos com preconceito regional, você acha mesmo que isso é certo? E antes que você pense em qualquer ofensa deixe-me ofende-lo primeiro.

Idiota.

Pensamento do Dia:Vou fazer o bolsa família amanhã.

Veja também


A cor do pecado

pecado

Farofeiros e farofeiras,

A cor do pecado mais pecaminoso usada quando se comete o pecado dentro do contexto universal porém restrito do que é pecado e de quem decide o que é pecado ou não é o tema deste pensamento que pretende te levar a pensar no real significado da cor.

Primeiro temos que manter o pensamento que é pecado não é o que as igrejas tentam implantar cirurgicamente em sua mente te proibindo e coibindo de fazer e ser o que realmente gosta ou quer, o pecado não é uma ferramenta de controle, devoção ou adoração. O pecado é fazer o que não lhe faz bem, ou deixar de fazê-lo, sabe aquela viagem que você deixou de fazer por falta de alguém do seu lado? Pecado! Sabe aquele batom que você não usou por medo da opinião dos outros? Pecado! Jogar seu dinheiro curto na mega-sena? Pecado! Fumar ervas legalizadas? Pecado! Comprar o CD do Luan Santana? Pecado! Acelerar quando o carro da faixa oposta começa a dar seta? Pecado! Sei que você não entendeu.

O conceito de pecado é mais ambíguo do que é declarado, não é possível que alguém siga o que um alienígena teria escrito em pedras que ninguém sabe onde está e não consiga levar um saquinho plástico junto para juntar a merda do cachorro na rua. Não é um pensamento comum o ser humano andar com um adesivo escrito em seu carro “filho de deus” ou “filho de ogum” e dirigir como se o capeta estivesse em seu corpo, é? Isso tudo além de pecado tem outro nome, chama-se hipocrisia. Poder dizer como os outros devem agir sem o fazê-lo é uma coisa deliciosa, e é o controle que mencionei acima.

Ser um cordeiro é ótimo! Ter cordeiros é melhor ainda! Lhes dizer em quem votar pois eu mandei e eu sou o filho de um alienígena gigante, barbudo e que usa uma toga branca. Os asiáticos e africanos devem ter outros pais alienígenas não? Assim como os maias e tantos outras civilizações dissecadas de maneira indulgente e totalmente imoral pelos teóricos dos alienígenas do passado. Na minha opinião só ficaria melhor se fizessem disso uma religião. Ou será que já fizeram?

Ah, é verdade. Já estava me esquecendo, a cor do pecado é vermelho.

Pensamento do Dia:Deus existe e ele é americano.” – Milton Glass

Veja também