Como se fazer merda?

Merda, do grego “mer” de “coisa” e “da” de “fedida”, alguns autores ainda identificam “cu” como “coisa fedida que sai da bunda”. Nós aqui deste blog apenas consideramos que falar “merda”, e/ou “coisa fedida” é uma arte que dominamos.

Porém, confesso, que nunca vi um guia bem elaborado e que demonstrasse a realidade de algo que todos fazemos: merda.

Pelo contrário, não estou falando das merdas faladas ou escritas na rede mundial de computadores, estou falando da real ação fisiológica que 89,9% dos humanos fazem, o restante sãos os imbecis, o sistema digestivo deles é diferente do restante da humanidade.

Não sei como começar tal guia, talvez eu devesse falar da textura dos alimentos sendo derretidos pelo ácido gástrico se tornando a proto forma de qualquer merda. Por exemplo podemos ter a comida favorita dos gaúchos o espeto o churrasco!

Imagine aquela carne deliciosamente mordida, bem tostada pelo lado de fora e sangrando por dentro. Imagine isso podre, fedido, com coisas estranhas borbulhando e até andando sobre tal desejo carnal. E, agora vem o principal, imagine isso dentro de você.

Mas o que deve fazer a coisa toda borbulhar mesmo é quando você mistura em um copo cerveja, whisky, vodka e energético. Nesse caso acho que nem precisa de ácido gástrico, sendo que você vomita tudo para fora (já que não dá para vomitar para dentro) misturado com o bolo que tomou de café da manhã com aspecto apodrecido e verde em um molho amargo, ácido e com gosto de cerveja, whisky, vodka e energético.

Na realidade eu poderia defender uma tese sobre cerveja, whisky, vodka e energético no sistema digestivo de um ser minimamente humano. Super humanos tendem a fraquejar com pedras coloridas vindas de seu planeta de origem, o que não os torna exatamente humanos, mas a história poderia ser parecida se eu assim quisesse.

Acho que no final eu escrevi tudo o que eu não queria escrever.

Que merda!

Pensamento do Dia: Recomendo: descalcem os pés, enfiem um dedo na tomada e tentem sorrir. Se conseguirem, então vão poder rir do maior herói da Terra. :) Simples assim – JR., Chewbaca

Veja também


OsChefe

Sou uma divina divindade com pena de seres como você que leem coisas como essa. Também sei que sei, mas não se sabe como se sabe não saber como soube. Sei que sou superior a você, humano.


Comente:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados com *